BANCADA DIRECTA

quinta-feira, 14 de janeiro de 2016

Tino de Rans

Estando em causa mais uma personalidade em cujos valores e comportamentos o país espera confiar nas eleições presidenciais somo mais exigentes para com os candidatos. 

Exigimos muito mais a um Presidente da República do que o fazemos com um deputado ou com um autarca, é esta a cultura da República onde o Presidente é o seu mais alto magistrado. 

Não se trata de uma eleição qualquer, trata-se de uma eleição onde esperamos que um cidadão como todos nós esteja à altura do cargo, por oposição à figura do Rei

Terá Tino de Rans as qualidades concretas para ser um convicente Presidente da República ?

2 comentários:

luis pessoa disse...

Depois de um presidente como Cavaco, nem o Tino consegue surpreender. Em boa verdade, Cavaco veio mostrar aos portugueses que não é preciso NADA para se ser presidente. E se acabar por ser eleito o Marcelo, essa demonstração será ainda mais visível.
Depois do foi a última experiência e pelo que se adivinha, ficamos a saber que os portugueses só têm o que merecem e o que procuram. Seja por ignorância ou por outra coisa qualquer.
Entre Marcelo e Tino, venha o Tino! E já era assim com Cavaco, mas aí o Tino não veio...

Adriano Ribeiro disse...

Caro Luís
Totalmente de acordo consigo
Abraço
Adriano Rui Ribeiro

Obrigado Pela Sua Visita !