BANCADA DIRECTA: Passos Coelho: um ídolo (para alguns), arrogante qb mas com pés de barro

quinta-feira, 15 de outubro de 2015

Passos Coelho: um ídolo (para alguns), arrogante qb mas com pés de barro

Passos Coelho

 Depois de quatro anos a fazer gato sapato de Pulo Portas e a meter Cavaco Silva no saco Passos Coelho está mal habituado e está mesmo convencido de que é um grande negociador.

Mas pela primeira vez enfrenta uma negociação em que apesar da vitória que exibe parte com desvantagem, o ainda e infelizmente primeiro-ministro sabe muito bem que a sua maioria no parlamento não dá para mandar cantar um cego.

Portanto, é escusado fazer ar de duro porque ninguém tem medo dele e toda a gente já viu que a sua ida ao largo do Rato parecia uma ida à sopa dos pobres. A verdade é que Cavaco Silva encomendou-lhe uma solução governativa e apesar de António Costa ter sido ignorado pela presidência tem sido ele a liderar este processo.

Passos pouco mais fez do que andar a mendigar o poder, seja em reunião com Costa, seja através dos recados que manda a Cavaco através da comunicação social. Este Passos é mesmo forte com os fracos e um cagarolas quando o fraco é ele. 

«Presidente do PSD ainda não rompe a corda, mas estica-a: considera que o PS não deu qualquer contributo nas duas reuniões entre a coligação e os socialistas e diz que não quer mais reuniões a fingir. Passos toma a dianteira: “Está na altura de dizer que o PS perdeu as eleições. Não vou sujeitar o país a uma chantagem política”» [Expresso]

Sem comentários:

Obrigado Pela Sua Visita !