BANCADA DIRECTA: O Siriza voltou a ganhar as eleições na Grécia. O nosso cronista Dom Payo Peres Correia diz nesta sua crónica que o que está a acontecer na Grécia com o 3º resgate assinado também já aconteceu em Portugal. Para gaudio e beneficio dos especuladores financeiros

segunda-feira, 21 de setembro de 2015

O Siriza voltou a ganhar as eleições na Grécia. O nosso cronista Dom Payo Peres Correia diz nesta sua crónica que o que está a acontecer na Grécia com o 3º resgate assinado também já aconteceu em Portugal. Para gaudio e beneficio dos especuladores financeiros


O Siriza voltou a ganhar as eleições na Grécia. O nosso cronista Dom Payo Peres Correia diz nesta sua crónica que o que está a acontecer na Grécia com o 3º resgate assinado também já aconteceu em Portugal. Para gaudio e beneficio dos especuladores financeiros

OS GREGOS INSISTEM.



Lá foram outra vez a votos os gregos. Mais uma vez insistiram em dar a maioria ao Syriza, que fica praticamente igual ao último resultado obtido. A democracia funcionou no que se refere e até à eleição do governo do Syriza coligado para obtenção da maioria do Parlamento. Acontece que o 3º empréstimo está assinado e contra o dinheiro os credores exigem o sangue da população. Não querem só os juros.

Pois para qualquer empréstimo a juros honesto só aos juros tem lugar à voragem de quem empresta. Aqui nesta Europa não. Querem os juros e os bens. É a rapina. Cá pelo burgo sucedeu o mesmo. 

A Europa emprestou mas não quis só os juros, tivemos que vender os bens do País aos financeiros que estavam em fila para adquirir bancos, seguradoras, distribuidoras de eletricidade, os correios, os aeroportos, tudo o que desse lucro e a preço de amigo!

Foi a pilhagem completa com o compadrio de muita gente que me parecia séria. Foi o fartar vilanagem. E não me venham os Pêesses chorar sobre o leite derramado. Do tempo do Guterres o que se passou para as mãos dos privados foi uma enorme fatia.

 É por essas e por outras que eu desconfio que cá pelo burgo o que se tem passado é a alternância e não a alternativa. Não nos admiremos portanto que quem venha a ganhar as eleições seja o partido “abstencionista” e com maioria!

Mas se alguma coisa de fora do normal acontecesse cá pelas nossas bandas, sucedia o mesmo o que está sucedendo na Grécia, já por duas vezes, vem a Dona Europa e não deixa!

 Com isso o valor do voto das pessoas não vale nada e a democracia é sinónimo de aldrabice. Já há mais de 40 anos que estão a gozar com o Zé pagante.

Chega!

Dom Payo Peres Correia

Algures em 2015. Setembro. 21

Sem comentários:

Obrigado Pela Sua Visita !