BANCADA DIRECTA: Esta Europa que anda muito longe de nos satisfazer agradavelmente. O nosso cronista Dom Payo Peres Correia diz de sua justiça e anda muito aborrecido com o que vê à sua volta.

quinta-feira, 20 de agosto de 2015

Esta Europa que anda muito longe de nos satisfazer agradavelmente. O nosso cronista Dom Payo Peres Correia diz de sua justiça e anda muito aborrecido com o que vê à sua volta.

Esta Europa que anda muito longe de nos satisfazer agradavelmente.
O nosso cronista Dom Payo Peres Correia diz de sua justiça e anda muito aborrecido com o que vê à sua volta.


ACHO QUE A POLITICA ESTÁ A ABORRECER O PESSOAL

 A situação actual dos países europeus está a deteriorar-se. Esta Europa que se orgulhava de possuir uma indústria capaz de dar trabalho à maioria dos trabalhadores. Digo trabalhadores de todos os escalões. Aqueles que vendiam a mão-de-obra aos que vendiam a investigação, o conhecimento.

 Esta Europa já praticamente não existe, porque a globalização acabou com ela. Hoje fazem-se as coisas longe da Europa utilizando a mão-de-obra e até a investigação nos países que pagam menos pelo mesmo. Se você quiser ter uma ideia mais perfeita vá a um grande armazém multinacional e veja onde foram fabricados os artigos.

Vá ao IKEA e encontra as loiças da Turquia, os tecidos da India, as cadeiras da China – tudo é feito fora da Europa. Veja onde são fabricados os televisores os telemóveis, os relógios, os telefones, os pequenos eletrodomésticos, as máquinas fotográficas, tudo.

 Com esta política seguida pelas “cabecinhas pensadoras “ que estão a dirigir os destinos da Europa, de certeza que estamos a cavar a nossa própria sepultura, sem se dar por isso. Grandes intelectuais como é (foi) o mestre Durão Barroso ou o equilibrista Junker,só para dar dois exemplos, levarão esta Europa ao desastre.

 Com o apagar das democracias e a entrega dos destinos destes povos a pessoas com uma capacidade de visão algo deteriorada, não me admira que um dia destes as pessoas se cansem de serem usadas e acabem dando fogo às instituições que não representam coisa nenhuma a não ser os interesses da finança mundial.
Querem melhor exemplo que o da Grécia e da Alemanha? Talvez vocês nem saibam mas quem está a ganhar com os empréstimos é a Alemanha e quem vai para o buraco é a Grécia. Chegaram ao ponto de emprestar dinheiro para que os juros lhes sejam pagos e depois vão-lhes comprar a preço da uva mijona tudo o que dê lucro.

 Aliás como se fez cá na terra. Tudo o que dava lucro foi vendido. Até o oceanário! E se o pessoal continua a achar bem…e a votar neles, acontece que ficaremos escravos dos que o Hitler achava ser o povo eleito.

 E depois digam que não vos avisei.

Ass) Dom Payo Peres Correia
Algures por aí em 2015. Agosto. 20

2 comentários:

frar disse...

Os 'globalization-lovers' que fiquem na sua... desde que respeitem os Direitos dos outros... e vice-versa!
.
Nazismo não é o ser 'alto e louro', bla bla bla,... mas sim... a busca de pretextos com o objectivo de negar o Direito à Sobrevivência de outros!
Existem 'globalization-lovers'... e existem 'globalization-lovers' nazis (estes buscam pretextos para negar o Direito à Sobrevivência das Identidades Autóctones).
.
.
.
P.S.
Todos diferentes, todos iguais!...
Isto é: TODAS as identidades Autóctones devem possuir o Direito de ter o SEU espaço no planeta!...
{nota: Inclusive as de 'baixo rendimento demográfico' (reprodutivo)!... Inclusive as economicamente pouco rentáveis!...}
-> Uma NAÇÃO é uma comunidade duma mesma matriz racial onde existe partilha laços de sangue, com um património etno-cultural comum.
-> Uma PÁTRIA é a realização de uma Nação num espaço.
.
P.S.2.
Devemos estar preparados para a CONVERSA DO COSTUME dos nazis made-in-USA [nota: estes nazis provocaram holocaustos massivos em Identidades Autóctones]: «a sobrevivência de Identidades Autóctones provoca danos à economia…»
[Nota: é preciso dizer não ao nazismo democrático e sim ao separatismo, isto é: é preciso dizer NÃO àqueles que pretendem determinar/negar democraticamente o Direito à Sobrevivência de outros]
.
P.S.3.
http://separatismo--50--50.blogspot.com/

Adriano Ribeiro disse...

Caro frar

Tem que destrocar todas estas filosofices por miudos.

Interessa-nos neste momento é saber quais as reais vantagens de nós , portuguesea, estarmos integrados num espaço europeu que deixa muito a desejar quanto a politicas económicas para os países periféricos.

Vá lá caia na realidade e dê a sua opinião séria. Estamos aqui para o ler

Abraço

Adriano Rui Ribeiro ( familiar de Dom Peres Payo Correia em 14º grau)

Obrigado Pela Sua Visita !