BANCADA DIRECTA: Mas que raio de jogos políticos se jogam cá na nossa terra. Mais parece que se está a jogar à bisca lambida. Claro que são jogos mais finos, tipo poker alentejano, melhor dizendo "o jogo do gamão".

sábado, 2 de maio de 2015

Mas que raio de jogos políticos se jogam cá na nossa terra. Mais parece que se está a jogar à bisca lambida. Claro que são jogos mais finos, tipo poker alentejano, melhor dizendo "o jogo do gamão".


Jogos políticos 
Para a direita o PCP e o BE não existem, o alvo de todos os ataques é o PS. 

Não sendo de esperar que os partidos da direita sugiram aos eleitores que votem no BE ou noutro partido de esquerda esse “trabalho sujo” é deixado aos seus comentadores e aos seus jornalistas. Basta acompanhar o Observador para se perceber o que pretendem os partidos da direita, para os eleitores que não vão votar na direita promove-se o BE, o Livre ou o partido do Marinho. 


De caminho usam-se os falsos candidatos presidenciais, dando-lhes espaço para atacarem o PS. Para o PS o único adversário é a aliança da direita tendo um grande complexo em afrontar o PCP ou o BE, chegando mesmo a namorar o Livre onde estão antigos responsáveis do BE que sempre tiveram o PS como o seu principal adversário. 


o PS o importante é votar na esquerda e de preferência no PS. Para o PCP o inimigo principal é a direita e o PS que para o PCP é a pior das direitas pois não só é o diabo na terra como lhe disputa os votos. 

Ora vamos lá todos a jogar o "gamão" ao gosto dos nossos partidos politicos


O PCP sabe que não vai conseguir votos do CDS ou do PSD, pelo que os ataques aos partidos da direita é um mero formalismo ideológico, o PCP tudo faz para eliminar o PS pensando que se o PS perder votos uma parte deles irão para o PCP. Não tendo hipóteses de ser governo faz passar a mensagem de que o progresso resulta das suas lutas fora do parlamento. Seguindo este raciocínio muitos eleitores poderão chegar à conclusão de que o melhor será ir ás manifs do PCP e votar no PS. 

 O BE segue uma estratégia idêntica ao PCP no que se refere ao PS e basta contar as vezes que Louçã ataca a direita no seu tempo de antena da televisão do n.º 1 do PSD com as que dedica a atacar o PS para se perceber que o balanço dos seus serviços na SIC é muito semelhante ao de Marques Mendes e Pinto Balsemão deve estar muito contente com as escolhas, dá uma imagem de pluralismo e o bombo da festa é sempre o PS em cuja derrota ele aposta e para a qual procura contribuir com os meios que tem ao seu dispor. 


 Em conclusão a direita ataca o PS e nisso junta-se ao BE e ao PCP o que não é nada de novo, é a versão eleitoral da aliança que se uniu para chumbar o PEC IV e mandar vir a troika, 


Talvez por isso o PSD, o CDS, o PCP e op BE são precisamente os partidos que neste momento mais mal falam da troika.


Bancada Directa / O Jumento

Sem comentários:

Obrigado Pela Sua Visita !