BANCADA DIRECTA: A vingança de Manuel Maria Carrilho. Ele não pretende só a exclusão de Sócrates do PS, mas sim criar a convulsão intestina dos socialistas. Mas quem vai aceitar as suas opiniões sabendo do triste espectáculo a que nos tem habituado ? Deixem o detido em Évora em paz e que a justiça funcione.....

quarta-feira, 15 de abril de 2015

A vingança de Manuel Maria Carrilho. Ele não pretende só a exclusão de Sócrates do PS, mas sim criar a convulsão intestina dos socialistas. Mas quem vai aceitar as suas opiniões sabendo do triste espectáculo a que nos tem habituado ? Deixem o detido em Évora em paz e que a justiça funcione.....


A vingança de Manuel Maria Carrilho. 
Ele não pretende só a exclusão de Sócrates do PS, mas sim criar a convulsão intestina dos socialistas. Mas quem vai aceitar as suas opiniões sabendo do triste espectáculo a que nos tem habituado ? 
Deixem o detido em Évora em paz e que a justiça funcione..... 

Manuel Maria Carrilho Carrilho é um morto-vivo da política portuguesa, um verdadeiro cadáver político que nenhuma força partidária quer reclamar como seu e ele sabe muito bem disso, mas não é uma alma penada qualquer, é uma alma penada vingativa e ressabiada, não esquece da queda que sofreu quando estava no luxo parisiense e do desprezo colectivo que sentiu pela forma como reagiu. 

Mas mesmo depois de um processo de divórcio pouco próprio para quem alimenta ambições políticas Carrilho ainda encontra forças para prosseguir a sua vingança. 
Não é de Sócrates que Carrilho pretende vingar-se, mesmo preso em Évora José Sócrates deve sentir um desprezo olímpico por esta personagem, a vingança de Carrilho é contra o PS e mesmo contra a esquerda. Carrilho pode ser muita coisa mas burro ainda não parece ser e sabe muito bem que com esta intervenção apenas favorece a direita. 

Enfim, um fim cada vez mais triste para um dos maiores erros de casting cometidos pelo PS. Já não bastava o espectáculo triste do seu divórcio, agora quer envolver o PS num sessão de pancada digna do velho Cais do Sodré. Um nojo. 

 «Manuel Maria Carrilho defende que a única maneira de o PS não ser altamente prejudicado nas eleições legislativas com o caso da prisão de José Sócrates é abrir caminho à expulsão do ex-primeiro-ministro do partido. 


Essa iniciativa deve partir do líder socialista António Costa, disse Carrilho numa entrevista publicada esta terça-feira no Diário de Notícias. “Não tenham ilusões, só esse ato redimirá o PS aos olhos do país”. “É preciso preparar a inevitável proposta de expulsão de Sócrates do PS. 
A iniciativa, a meu ver, devia ser do próprio secretário-geral do PS. Todos sabemos que António Costa foi o número dois de Sócrates, e por isso também ele, como todo o país e a imensa maioria do PS, só se pode sentir traído, enganado”, afirmou numa entrevista concedida a propósito do lançamento do seu novo livro “Pensar no que lá vem”.» [Observador] 

 Bancada Directa/O Jumento/Observador

Sem comentários:

Obrigado Pela Sua Visita !