BANCADA DIRECTA: Estou mesmo com vontade de deixar de falar de politica e de políticos. Então não querem lá ver que um tipo com responsabilidades no país que governa vem agora dizer que para pagar a sua verba contributiva para a Segurança Social tinha de ser notificado. É de bradar aos céus com tanta prosápia

segunda-feira, 2 de março de 2015

Estou mesmo com vontade de deixar de falar de politica e de políticos. Então não querem lá ver que um tipo com responsabilidades no país que governa vem agora dizer que para pagar a sua verba contributiva para a Segurança Social tinha de ser notificado. É de bradar aos céus com tanta prosápia


Estou mesmo com vontade de deixar de falar de politica e de políticos. 
Então não querem lá ver que um tipo com responsabilidades no país que governa vem agora dizer que para pagar a sua verba contributiva para a Segurança Social tinha de ser notificado. 
É de bradar aos céus com tanta prosápia 

Passos Coelho acumulou dívidas à Segurança Social durante cinco anos Primeiro-ministro afirma que nunca foi notificado da dívida, criada entre 1999 e 2004, e que ela prescreveu em 2009, facto de que diz ter tomado conhecimento em 2012. Apesar disso adianta que pagou já este mês, voluntariamente, cerca de 4 mil euros, depois de ser questionado pelo PÚBLICO. 

 Mais de cem mil portugueses, sobretudo trabalhadores precários pagos a recibos verdes, andaram com o coração na boca em 2007 e 2008. 


A Segurança Social estava então a notificá-los de que deviam elevados montantes, relativos a contribuições não entregues — mesmo em anos em que não tinham ganho um cêntimo. Pedro Passos Coelho era um dos que devia alguns milhares de euros por contribuições não pagas entre 1999 e 2004. 


Nessa altura, em 2007, ganhava mensalmente 7.975 euros de remuneração base como administrador das empresas Gestejo, Ribtejo e Tejo Ambiente, do grupo Fomentinvest, liderado por Ângelo Correia. E, segundo disse esta semana ao PÚBLICO, nunca foi notificado pela Segurança Social de que se encontrava entre os devedores. 

 Leitores: já não quero dizer mais nada. Estou enjoado com tanta porcaria

2 comentários:

luis pessoa disse...

Não há em Portugal um único Procurador que leve esta gente a Tribunal, por desonestidade, por cabala fiscal, por atentados contra a Humanidade, por traição, etc., etc.
Será que se pode impunemente receber fortunas mensais e não se lembrar se recebeu. Depois, lembrar-se que recebeu a recibos verdes, mas fugiu à Segurança Social. Entretanto, milhões de corrupção em negócios de submarinos, de carros de combate, etc., não se sabe por onde andam, sem que se consigam apanhar os Jacintos Leites Capelos Regos. Para além disso, há BPN, há acções vendidas com grande lucro pelo chamado Presidente e família, em vésperas de estoiro do banco e trocas de casas de férias através do mesmo BPN (SLN), com elevado lucro para o proprietário. E o BPP e o BES e toda a tralha em redor da banca, daquela banca que os contribuintes capitalizaram com empréstimos obtidos na troika pelo Estado, por todos nós, no fundo! Vendas de sectores estratégicos de qualquer país (energia, transporte da mesma, combustíveis, etc) vendidos a países estrangeiros(!!) através de empresas estatais da R P China (!!!), escândalos com vistos gold atribuidos a gente mais que duvidosa, a troco de umas "lecas" e do pagamento de umas comissões...
É espantoso como não há ninguém atrás das grades acusado de traição.
E de crimes contra a Humanidade pelos cortes de salários e de pensões, pela fiscalidade brutal, pelo empobrecimento de um Povo, pela fome e miséria! Hoje mesmo o responsável pela Cáritas, que está no terreno, afirmou que aumentou num ano, repito num simples ano, 40% de pessoas abaixo do limiar da pobreza (ter menos de 2€ por dia!!!). Como diria o chamado PM, é uma realidade que já não é a nossa, lembram-se?

Adriano Ribeiro disse...

Simplesmente deplorável esta divida do primeiro ministro. E mais deplorável a tentativa de abafar a divida vergonhosa
Adriano Rui Ribeiro

Obrigado Pela Sua Visita !