BANCADA DIRECTA: Digam-me lá porque é que há dinheiro para ser mal gasto por quem nos governa e para o essencial para a saúde e educação dos portugueses ele anda desaparecido? O nosso cronista “Olho Vivo e Pé Ligeiro” põe o dedo nesta chaga que a todos nós afecta…..

quinta-feira, 8 de janeiro de 2015

Digam-me lá porque é que há dinheiro para ser mal gasto por quem nos governa e para o essencial para a saúde e educação dos portugueses ele anda desaparecido? O nosso cronista “Olho Vivo e Pé Ligeiro” põe o dedo nesta chaga que a todos nós afecta…..

Digam-me lá porque é que há dinheiro para ser mal gasto por quem nos governa e para o essencial para a saúde e educação dos portugueses ele anda desaparecido? 
O nosso cronista “Olho Vivo e Pé Ligeiro” põe o dedo nesta chaga que a todos nós afecta….. 

NÃO HÁ DINHEIRO 

Li que se gastaram mais de 5 milhões na revisão anual dos submarinos comprados aos alemães. 

Para aqui há dinheiro. 

Aliás eu gostaria de saber para quê se compraram dois submarinos, quando não temos dinheiro no orçamento para pagar os torpedos. 

 Para se contratarem mais uns tantos médicos para o Hospital Amadora Sintra é preciso que as horas de espera nas urgências cheguem ao desespero. Governar é gerir as despesas e receitas e decidir o que serve melhor ao povo. Mas não é isso que vejo. Vejo o sr. Portas a viajar até ao Brasil para a “posse” da Presidente brasileira que aliás ele deve detestar e vice versa. 

Acho que isso é importante para qualquer país mas não para o nosso que não tem um tostão para mandar cantar um cego. Vejo a Presidência da República a gastar balúrdios com os industriais da nossa praça até aos confins do globo terreste. 

Quais os resultados? Alguém mediu ou sabe? Vejo pagarem-se valores aos milhões às sociedades de advogados para tratarem de negócios do Estado. O Estado não tem quem o faça? Estranho! 

Vendem-se as empresas rentáveis e lucrativas porquê? Não as sabemos dirigir? Então se dão lucro, para quê passar o lucro do País para os privados? Isso não será bem vistas as coisas desvios? Para não aplicar pior palavra. Para que serve o voto da chamada situação “democrática” vivida por nós se depois do voto num sentido se faz as coisas no sentido inverso? 

 Quem autorizou esta gente a assinar acordos nefastos para a população? Estão admirados que a Europa – por todo o lado – as populações comecem a votar em partidos fora do arco da governação? A resposta é simples. Porque os que estão no poder não correspondem aos interesses dos povos. 

 Vejam a vergonha que se passou na Europa com o senhor que foi ministro no Luxembugo e teve a lata de negociar com as multinacionais descontos que qualquer um de nós não pode usufruir e pior ainda como cúmulo foi eleito para substituir o rapaz do MRPP que lá estava antes. 

Resultado? Não se passou nada! É vendo isto que eu penso que a Europa enquanto união é a maior desunião que conheço. Cada um por si e salve-se quem puder. É o far-west. A lei do mais forte. 
O drama desta gente é que ainda há (por enquanto!) o direito de voto e eventualmente as pessoas simples um dia ficam aborrecidas e não votam neles, não obstante a malta estar sempre a ser condicionada pelos meios de comunicação social, todos na mão dos amigos do grande capital. Isto tudo a gente sabe. É preciso é que o pessoal acorde e que corra com os políticos de sempre. Já chega. 

Um abraço para os meus caros leitores 
 “Olho Vivo e Pé Ligeiro” 
Lisboa. 2015. Janeiro. 07

Sem comentários:

Obrigado Pela Sua Visita !