BANCADA DIRECTA: Não há qualquer duvida que ele prometeu (na campanha eleitoral) que se fosse primeiro- ministro nunca falaria dos actos do Governo anterior. Palavras leva-as o vento. Fala, fala, fala para sustentar uma continuação no poder que lhe está a fugir. Mas as sondagens não enganam!.....

domingo, 14 de dezembro de 2014

Não há qualquer duvida que ele prometeu (na campanha eleitoral) que se fosse primeiro- ministro nunca falaria dos actos do Governo anterior. Palavras leva-as o vento. Fala, fala, fala para sustentar uma continuação no poder que lhe está a fugir. Mas as sondagens não enganam!.....

Não há qualquer duvida que ele prometeu (na campanha eleitoral) que se fosse primeiro- ministro nunca falaria dos actos do Governo anterior.
Palavras leva-as o vento.
Fala, fala, fala para sustentar uma continuação no poder que lhe está a fugir.
Mas as sondagens não enganam!.....

Passos diz que culpa do endividamento não vai ficar solteira Passos Coelho diz que as lideranças têm que "atender" à realidade porque quem acreditou em fantasia ficou "elucidado" em 2011.

O primeiro-ministro afirmou hoje que as "responsabilidades" do endividamento de Portugal "não vão ficar solteiras" porque se sabe quem governou e que durante esses anos falou-se muito dos jovens mas "pensou-se pouco neles e no futuro". afirmou Pedro Passos Coelho, em Braga, no encerramento do Congresso da JSD que elegeu Simão Ribeiro como líder da estrutura.
Passos, que lembrou que estava nos 30 anos em 1995, no final dos dois Governos de Cavaco Silva, afirmou ainda que as lideranças têm que "atender" à realidade porque quem acreditou em fantasia ficou "elucidado" em 2011 do que elas valiam.

Colar cartazes não era futuro nenhum……..

Sem comentários:

Obrigado Pela Sua Visita !