BANCADA DIRECTA: Para onde vais Portugal? O nosso cronista Dom Payo Peres Correia, confessa que já não tem “uma paciência evangélica” (como o outro) e já lhe custa ouvir estes governantes que nada parecem pertencerem ao nosso planeta

sexta-feira, 12 de setembro de 2014

Para onde vais Portugal? O nosso cronista Dom Payo Peres Correia, confessa que já não tem “uma paciência evangélica” (como o outro) e já lhe custa ouvir estes governantes que nada parecem pertencerem ao nosso planeta

 Para onde vais Portugal? O nosso cronista Dom Payo Peres Correia, confessa que já não tem “uma paciência evangélica” (como o outro) e já lhe custa ouvir estes governantes que nada parecem pertencerem ao nosso planeta 

QUO VADIS PORTUGAL? 


Eu já não tenho muita paciência para ouvir esta família de patarecos governantes que mais parecem gente doutro planeta. 

Cantos de sereias para entreter parolos. Estes personagens de filmes de terror vão dar cabo de tudo antes de se irem embora. 

Quando chegarmos ao final desta governação tudo o que o País conseguiu durante séculos de trabalho e suor, de gerações de pobres mas honrados portugueses, irá ser propriedade de estrangeiros e sobretudo especuladores. 

Russos, chineses, abexins…o que vier, marcha. Não somos ferrenhos nacionalistas, mas assistimos todos os dias à venda ao desbarato das poucas riquezas deste País. Metade já foi e o resto lá irá. O PS fez a sua parte e já falta pouco para acabar o resto. 

A sofreguidão é tanta que qualquer dia venderão as praias, o oxigénio e o sol, para além dos monumentos nacionais e isto à vista das pessoas que tinham o dever de salvaguardar o que os nossos antepassados nos deixaram. Isto tudo em sobressalto para ver se conseguem “despachar” a encomenda antes de acabar o mandato. 

Ninguém os autorizou a vender este País a retalho. Ainda por cima para pagar as dívidas da Banca e dos seus donos. A história que nos contaram está errada. Seria importante lembrar a esta gentalha que na Islândia, que tinha dívidas como nós, prenderam o seu ex-presidente e exigiram abater parte da dívida. 

Acabaram mudando a Constituição. A Suécia, resolveu a sua dívida em 25 anos sem travar o poder de compra da população mas fez ainda uma melhoria com maior alcance, reduziu os partidos àquilo a que se transformaram também por cá. 

E o que fez? Proibiu as “receitas” privadas aos partidos. Não recebem doações. Por lá o sr. Jacinto Leite não existe. Cada partido apresenta listas de cidadãos onde cada votante deposita o voto e em gente que conhece e escolhe. 

O deputado não é obrigado ao chefe do partido mas a quem os seus votantes confiaram. E com isto a Suécia não está como nós asfixiada em dívidas e sem alternativas. Cresceu 4% ao ano. É independente – nós não. Não anda a vender o País a retalho. 

A Argentina foi apertada pelo FMI e disse-lhes que pagaria a sua dívida quando pudesse. Reconheço que o FMI tem muita força e que o governo está cheinho de rapazes que alguns até já lá trabalharam, como o falecido A. Borges que não chegou a ver o seu País natal nas mãos dos chefes americanos. Morreu desgostoso! Mas vão vender tudo mesmo que dê lucro. 

E aqui a coisa fia mais fino pois quem vende o que dá lucro está a roubar os portugueses e como tal deveria ser acusado: de ladrão! Isto no mínimo. Só que não dá para entender. Se devíamos muito e já pagámos muitíssimo, agora devemos ainda mais e temos cada vez maior a dívida. Esse foi o resultado no fim de 3 anos. Vai ser esse o legado do PSD. 

Qual a saída? – A saída do Euro depressa e a congelação do pagamento dos juros da dívida. A emissão do Escudo Novo. A saída da União Europeia. Sou o D. Payo Peres Correia e já passei por outras dificuldades noutros tempos mas consegui que Portugal fosse independente. Já lá vão uns bons séculos. 

Não dá para sair da União? Se entrámos também poderemos sair! Tão simples como isso. Se outros países conseguiram resultados porque não nós? Seremos assim tão pobres de espírito? 

Um abraço para os meus caros leitores 
Dom Payo Peres Correia 
Lisboa. 2014. Setembro. 11

Sem comentários:

Obrigado Pela Sua Visita !