BANCADA DIRECTA: Os números travestidos (fugindo à realidade) de Paulo Portas

terça-feira, 9 de setembro de 2014

Os números travestidos (fugindo à realidade) de Paulo Portas

Os números travestidos (fugindo à realidade) de Paulo Portas 

No ano passado perdeu toda a credibilidade dos seus apaniguados quando afirmou que era irrevogável a sua saída do Governo e posteriormente Passos Coelho fê-lo voltar atrás com a sua decisão. Bastou oferecer-lhe uns rebuçados para lhe acalmar os anseios. Nos dias de hoje o seu desespero é evidente. 

Já nem se lembra daquela rábula do Verão do ano passado e que lhe custou definitivamente a auréola que ainda gozava em certos sectores da direita portuguesa, o líder de um visivelmente definhado e acabrunhado partido direitista: o seu CDS e que tenta a todo o custo recuperar alguma da pouca credibilidade que já possuiu. 

 E para isso deita mão a todos os artifícios e "números" que se possa imaginar, num afã obsessivo em colocar-se na ponta dos pés e surgir aos olhos dos portugueses como o arauto da defesa dos seus direitos. 

Haja vergonha, que é coisa que há muito o líder centrista não tem - se é que alguma vez a teve… 

Como é que alguém que foi co-responsável pelo maior ataque de sempre ao bolso dos portugueses, pode agora, qual lobo-mau travestido de capuchinho vermelho, vir a terreiro de mansinho defender uma política fiscal contrária à do governo de que ele é vice primeiro-ministro?! 

Há limites para tudo, até para o descaramento! 

Sem comentários:

Obrigado Pela Sua Visita !