BANCADA DIRECTA: Mundial Brasil 2014. Terminou há 15 dias. Mas ainda vale a pena ler as reflexões do jornalista Fernando Correia sobre o mesmo. Ele escreve que são 11 contra 11 e no fim ganha a Alemanha. Isso já todos nós sabemos

domingo, 3 de agosto de 2014

Mundial Brasil 2014. Terminou há 15 dias. Mas ainda vale a pena ler as reflexões do jornalista Fernando Correia sobre o mesmo. Ele escreve que são 11 contra 11 e no fim ganha a Alemanha. Isso já todos nós sabemos


Mundial Brasil 2014. 
Terminou há 15 dias. 
Mas ainda vale a pena ler as reflexões do jornalista Fernando Correia sobre o mesmo. 
Ele escreve que são 11 contra 11 e no fim ganha a Alemanha. 
Isso já todos nós sabemos 

Uma crónica do jornalista Fernando Correia


Uma vez mais cumpriu-se a tradição. E a profecia. E não há nada a fazer.

E não há porque os outros países continuam, tranquilamente, a dar força a esta máxima que terá sido criada pelos próprios alemães e que tem tanto de perigosa como de real. 

Isto porque os alemães seguem uma metodologia de trabalho que já não é de hoje e que diz respeito à sua concepção de vida 

A sua filosofia vai no sentido de dar importância aos pormenores e de não levar nada a brincar. Tudo se faz com seriedade. Tudo se faz para ganhar. 

Tudo se faz para eles serem considerados os melhores 

É por isso que foram campeões e arriscam-se, mantendo esta união e processos, a serem Campeões da Europa em 2016. 

É por isso que foram para Salvador 15 dias antes do Mundial começar e de mais de 10 dias antes com o jogo contra Portugal. 

Consideraram que tinham de se adaptar ao clima local. Por isso ganharam por 4/0, exactamente porque os portugueses andaram a passear por Óbidos, pelos Estados Unidos e por Campinas, chegando a Salvador na véspera do jogo com a Alemanha, que era reconhecidamente o mais importante. Os alemães já lá estavam 15 dias antes... 

Mas connosco a culpa morre sempre solteira, porque muitos dos que criticavam a anterior direcção da FPF, agora são eles os responsáveis e estão muito contentes com o trabalho que realizaram 

Pelo menos parece! Organização, método, consciência, equilíbrio, pessoas que pensem, competência, renovação e trabalho, é o que fundamentalmente falta aos portugueses responsáveis pelas selecções nacionais

Vamos vivendo da teimosia, dos hábitos enraizados, dos empresários, dos agentes e das planificações feitas de acordo com vários interesses escondidos ou disfarçados…. 

Enquanto for assim são onze contra onze e no fim ganha a Alemanha, o que é muito bem feito e é muito justo 

Uma derradeira nota: aquela de considerarem Leonal Messi o melhor jogador do Mundial 2014 só pode ser brincadeira.

Fernando Correia
Fernando Correia escreve no Jornal Daqui do Concelho de Mafra
Boas férias Fernando

Sem comentários:

Obrigado Pela Sua Visita !