BANCADA DIRECTA: Glorioso Sport Lisboa e Benfica. É a altura de falarmos do sucesso de toda esta época de 2013/2014. Damos a palavra ao nosso amigo pessoal Fernando Correia que chama ao Glorioso “Um Benfica de tripla acção”!

domingo, 1 de junho de 2014

Glorioso Sport Lisboa e Benfica. É a altura de falarmos do sucesso de toda esta época de 2013/2014. Damos a palavra ao nosso amigo pessoal Fernando Correia que chama ao Glorioso “Um Benfica de tripla acção”!

Glorioso Sport Lisboa e Benfica. É a altura de falarmos do sucesso de toda esta época de 2013/2014. Damos a palavra ao nosso amigo pessoal Fernando Correia que chama ao Glorioso “Um Benfica de tripla acção”! 


Chamam-lhe triplete ou tripleta, ou trio de vitórias, ou novo recorde de conquistas. 

Não importa, porque chamem-lhe o que lhe chamarem, ninguém retirará ao Benfica o mérito de ter ganho três competições nacionais e de ter disputado a final da Liga Europa, depois de ter eliminado no seu próprio espaço a grande Juventus, que foi campeã de Italia, ultrapassando, pela primeira vez, os 100 pontos, o que é obra. 

Este Benfica, de Vieira e de Jesus, que ainda pode ganhar a Supertaça no próximo mês de Agosto, quando defrontar o Rio Ave, na abertura da nova época futebolística de 2014/2015, conquistando um um quarto titulo, foi grande e quase imbatível 

 É evidente que se tratou de um Benfica renovado e bem orientado por Jorge Jesus que, apesar de ter tido momentos uns melhores do que outros, o que é normal e compreensível, embora pautasse o seu desempenho global por uma regularidade assinalável, foi sempre capaz de superar dificuldades, com uma única excepção, certamente dolorosa Mas teve o mérito de disputar a final e daí também a necessidade de se referir que justificou os aplausos. 
Mas atenção! Torna-se fundamental não embandeirar em arco e ainda que ao Marquês de Pombal se atribua o simbolismo das conquistas, é preciso não fazer disso um facto único e, ao invés, entender que ao atingir esta tripla de vitórias nacionais o Benfica não esgotou a sua história 


Por outras palavras, cada vez tem maiores responsabilidades e cada vez os seus adepto e associados exigem vez mais. O futebol é um jogo, mas independentemente da sorte e do azar, também se cataloga no grupos das industrias, o que o torna ambicioso, procurado, talvez mais pensado, e necessariamente executado com rigor. 

Os próximos tempos são, como é lógico, de festa e comemoração. Mas não se pode deixar de pensar que a próxima época vai ser mais exigente, por responsabilidade própria e pala luta que, pelo menos, Sporting CP e FC Porto lhe irão dar. 

E essa é que é o maior desafio que se coloca a este Benfica ganhador. Vamos esperar para ver como vai o clube enfrentar as responsabilidades acrescidas que assumiu esta época. 

Fernando Correia 
Fernando Correia escreve no “Jornal Daqui” do Concelho de Mafra. 

Na próxima crónica de Fernando Correia vai-se falar dos 23 seleccionados por Paulo Bento para o Mundial de 2014 

Sem comentários:

Obrigado Pela Sua Visita !