BANCADA DIRECTA: Uma questão recorrente muito a precisar de resposta: Portugal é um país rico ou pobre? O nosso cronista D. Payo Peres Correia põe o dedo nesta ferida......

quinta-feira, 22 de maio de 2014

Uma questão recorrente muito a precisar de resposta: Portugal é um país rico ou pobre? O nosso cronista D. Payo Peres Correia põe o dedo nesta ferida......


Uma questão recorrente muito a precisar de resposta: 
Portugal é um país rico ou pobre? 
O nosso cronista D. Payo Peres Correia põe o dedo nesta ferida...... 

PORTUGAL – PAÍS POBRE OU PAÍS RICO ? 

 
Quem tenha dúvidas sobre se o nosso País pode vir a ser um País pobre ou rico lembro o caso da Suíça, A Suíça não tem mar, não tem território agrícola ( tem muito montanhas e neve) e não tem riquezas minerais. 

A Suíça não é um País pobre. Ao contrário é um dos mais ricos da Europa. E porquê? 

Porque os suíços sabendo que não tinham riquezas naturais, tiveram que apostar na INSTRUÇÃO e na EDUCAÇÃO e na INVESTIGAÇÃO para que a riqueza surgisse. A Suíça teve a sorte de ter dirigentes inteligentes, coisa que Portugal nunca encontrou. Quero deixar aqui uma ressalva ao ministro Mariano Gago que começou um trabalho meritório e que a seguir foi logo destruído pelos que o sucederam. 

Temos azar. Temos tido os melhores oportunistas e os maiores vigaristas como dirigentes e desde longa data somos governados por gente inculta e sobretudo saloia. A maioria são os chamados “chicos espertos” que devem pouco à inteligência. Basta olhar para o nosso panorama actual – ver o conteúdo – e tirar ilações. 
  Governa-se à vista sem controle nem objectivos concretos e deixando à iniciativa privada a iniciativa do desgoverno. Resultado: sou se faz o que dá lucro imediato! Ninguém controla a Banca. Esta só se governa mais as suas famílias habituais. Eu acho que Portugal é um País rico se souber explorar as riquezas que tem: inteligência e riquezas naturais. Se não souber não há nada a fazer senão pedir dinheiro emprestado. 


Vejamos o território: levamos a construir o Alqueva e passados estes anos todos nem explorar aquela enorme riqueza em água nos levou a crescer. Não conseguimos fazer um programa de exploração do Alqueva e construir ali um grande polo de desenvolvimento. Os ridículos ministros da área não tem a mais leve ideia do que querem para o País. Uma incompetência que faz doer a alma. 
   
Plantámos pinheiros e eucaliptos e recolhemos incêndios e fogos para entreter os bombeiros. Corremos com as pessoas do campo e agora temos florestas para arder. Tudo errado! Tirámos as pessoas dos centros das cidades e construímos de forma descontrolada nas periferias gastando os dinheiros da Europa em auto estradas estúpidas e em montanhas de casas sem ninguém para as habitar. 
   
Entretanto os jovens trabalhadores gastam milhões de litros de gasolina importada a fazer no dia a dia o casa trabalho gastando os nervos e o dinheiro a fazer kms estúpidos para nada! Tudo errado! Como está e parece estar a continuar a ser governado ( pelos partidos do arco do poder ) nada se irá modificar. 


Nada se poderá modificar pelo voto. Os tratados europeus que foram assinados pelos governantes sem mandato da população levaram-nos até – inclusivamente – a nossa independência. Estamos nas mãos da máfia e não estou a ver como daremos a volta ao assunto. Sei uma coisa; assim não vamos lá. Estaremos eternamente prisioneiros. 

D. Payo Peres Correia 
Algures neste Portugal 
2014. Maio. 22

1 comentário:

Anónimo disse...

Zé escreve e diz
Sai duas imperiais e duas rodelas de paio p'rá mesa onde estão aqueles dois maduros do Bancada Directa
Agora andam numa de paio mas têm razão no que escrevem

Mas este povo tem a cabeça dura e prefere sofrer a mudar de sentido de voto

Zé cervejeiro
Vila Franca de Xira

Obrigado Pela Sua Visita !