BANCADA DIRECTA: Miguel Sousa Tavares sempre mostrou nas suas intervenções escritas e televisivas de que era um portista assumido. Mas falou demais nas suas criticas aos dirigentes do FCPorto. E estes não lhe perdoaram. Claro que MST saberá dar a volta ao diferendo com os dragões, mas que está numa embrulhada do caraças lá isso está!......

quinta-feira, 3 de abril de 2014

Miguel Sousa Tavares sempre mostrou nas suas intervenções escritas e televisivas de que era um portista assumido. Mas falou demais nas suas criticas aos dirigentes do FCPorto. E estes não lhe perdoaram. Claro que MST saberá dar a volta ao diferendo com os dragões, mas que está numa embrulhada do caraças lá isso está!......

Miguel Sousa Tavares sempre mostrou nas suas intervenções escritas e televisivas de que era um portista assumido. 
Mas falou demais nas suas criticas aos dirigentes do FCPorto. 
E estes não lhe perdoaram. 
Claro que MST saberá dar a volta ao diferendo com os dragões, mas que está numa embrulhada do caraças lá isso está!.....

«Intimidação»: 

Miguel Sousa Tavares reage ao processo do FC Porto «É claramente uma tentativa de intimidação», diz o cronista de A Bola, reagindo à notícia que o próprio deu do processo de um milhão de euros. 
Ouvido pelo jornal i, Miguel Sousa Tavares explica que «escrevi que não acreditava que o Moreirense tivesse recebido 3,7 milhões de euros por metade do passe do Ghilas. Só isso». 

O jornalista diz ainda que «deve ser o maior processo de indemnização que alguma vez deu entrada no tribunal de Lisboa, um milhão de euros. É claramente uma tentativa de intimidação. Até porque vou ter de pagar as custas do processo, que são uns milhares de euros à cabeça». Miguel Sousa Tavares escreve há 15 anos em A Bola e é primeira vez, revela, que tem um processo. 

Também fica a saber-se que um eventual acordo foi recusado pela SAD portista. O jornalista ainda não foi notificado e soube do caso pelo jornal, que já recebeu a notificação judicial. 

O texto da discórdia foi publicado a 3 de Dezembro de 2013: «O que tem a compra de 50% do passe de Ghilas por 3,7 milhões a ver com a situação actual do FC Porto? Aparentemente não tem nada, mas vejamos com mais cautela, pois os desastres são quase sempre anunciados. É óbvio que Ghilas não vale 7,2 milhões (...). 
E é óbvio também que o Moreirense, ou quem detivesse os direitos sobre Ghilas, não recebeu 3,7 milhões por metade do seu passe, nem nada que se pareça», terá sido a excerto que justificou a decisão portista 

Ver o artigo completo de Miguel Sousa Tavares clicando aqui.

Sem comentários:

Obrigado Pela Sua Visita !