BANCADA DIRECTA: Hoje é dia 1 de Abril. Mas vou referir verdades que nortearam o meu pensamento no passado mês de Março

terça-feira, 1 de abril de 2014

Hoje é dia 1 de Abril. Mas vou referir verdades que nortearam o meu pensamento no passado mês de Março

Hoje é dia 1 de Abril. Mas vou referir verdades que nortearam o meu pensamento no passado mês de Março 

1)- Começo por Passos Coelho, o nosso excelentíssimo primeiro ministro. É o maior “flop” da politica em Portugal. A sua afirmação de que nunca gostou das medidas de austeridade que impôs ao povo português enquadra-se neste dia 1 de Abril, o popular ”Dia das Mentiras”! 
Tenho uma certeza, de que quando as pessoas o vêem a aparecer nos ecrans televisivos fogem como o diabo da cruz. Pressagiam que o dito cujo vai comunicar-lhes que vem aí mais cortes para os trabalhadores da função publica e para os  pensionistas e reformados. 
Agora anda a afirmar que desconfia que depois de sair do Governo, num futuro já próximo, as pessoas não lhe vão perdoar o mal que tanto tem feito É a maior mentira desta geração a sua existência no meio de nós!....... 

2)- Manifestações dos policias em frente à Assembleia da República e a subida das escadas. Foi outro grande flop no direito que eles têm como cidadãos e agentes de segurança. 
O direito à manifestação é indiscutível, como compreensível é a sua revolta, mas é condenável que tenham derrubado as barreiras de protecção da AR e tentado subir as escadas que eles próprios seriam obrigados a impedir a outros. 
Não foi uma mentira para este dia de 1 de Abril não foi, não! Mas era escusado as subidas e descidas e deixou-lhes uma má imagem! 

3)- Cavaco Silva: por manifesto respeito que eu tenho pela Instituição Presidência da Republica dispenso-me de adjectivar o comportamento do actual responsável. Teria muito que adjectivar. 
Disse hà dias que não pode tolerar que a partir de agora se imponham mais cortes nos vencimentos e pensões. Não quero aqui referir que é juiz em causa própria com este pensamento. 
Mas não me posso esquecer que ele também foi um membro governativo que contribuiu para que o país chegasse ao que os laranjinhas dizem “ país na bancarrota”. 
Curioso é que agora afasta-se da chamada CES, mas dando uma robusta força ao Governo não teve a coragem suficiente para enviar para o Tribunal Constitucional a referida Lei que é fortemente lesiva dos interesses económicos dos trabalhadores e pensionistas. Infelizmente Cavaco Silva nem chega a ser um flop da nossa politica. É um cavaco. 

4)- Vítor Gaspar – O ex-ministro das Finanças, que admitiu o falhanço da sua política, foi nomeado director do Departamento de Assuntos Orçamentais de FMI. Ignora-se se foi o pagamento de serviços prestados ou a contratação de serviços a prestar. Mas ficar com um vencimento mensal de 23.000 Euros é obra. 
A sua politica de cortar cegamente a torto e a direito e carregar de impostos os portugueses já tinha este objectivo. Espertalhão. Aprendizado com os ianques 
5)- Partido Socialista. Está condenado a ser Governo em 2015. Ajudado pela incompetência e pela falta de credibilidade do Governo de Passos Coelho está a ser levado num trono para conquistar a maioria absoluta. Depois se verá! 
A chantagem a que é sujeito para salvar o Governo actual dos atropelos à Constituição e dos compromissos clandestinos com a troika, vem de Belém e não dispensa os rostos da direita que fizeram comissões de serviço no PS, como António Barreto ou Luís Amado 

6)- Exonerações em Belém. Recordamos o caso das falsas escutas denunciadas por Belém que era na altura já um ataque velado à governação de José Sócrates. Provou-se que era uma mentira pegada da responsabilidade de um assessor muito chegado a Cavaco. Não foi exonerado. 
Tal recusa na exoneração desse assessor não foi agora seguida, porque mal Belém soube que dois assessores tinham assinado o manifesto dos 70, no uso do seu direito à liberdade de expressão, foram logo postos na rua. 
7)- Francisco, o Papa. O papa mudou a imagem da Igreja católica no primeiro ano de pontificado. Não precisou de alterar nenhum dogma ou de embargar milagres, exorcismos e outros anacronismos. Bastou-lhe sorrir, ser uma pessoa normal e cumprir o guião adequado. 
8)- Edite Estrela – Recebeu em Bruxelas o prémio de melhor parlamentar europeia na área do Emprego e Assuntos Sociais, comissão que integra. 
Há quem só se bata por cargos e quem defenda valores. A eurodeputada do PS merece o prémio e as felicitações. O Partido Socialista também a premiou afastando-a do Parlamento Europeu 
9)- Espanha e a sua “Marcha pela Dignidad”. Quem a viveu, mesmo longe da capital, tomou o pulso ao que presenciou. E para um estrangeiro foram sensações muito fortes do que poderia acontecer em Portugal e não acontece. Eu também devo ser culpado em parte. Ando adormecido 

10)- Paulo Portas: Dia 1 de Abril: Dia das mentiras, dia dos parolos, dia das petas, dia das ursadas e dia dos bobos. Dantes quando este dito cujo andava pelos centros de dia a enganar os velhotes e pelas feiras a beijar os feirantes eu fartava-me de rir. Agora quando o vejo na Televisão o estômago começa a dar-me voltas. 
  11)-Nuno Melo. É um bonito homem e um péssimo politico. Os seus cabelos fortes e generosos só pecam por serem grisalhos. Tem voz do Norte, mas tenta disfarçar, o que no seu entusiasmo, por vezes,  se esquece. O seu primo deu-lhe umas dicas para triunfar na politica. É um produto de uma geração que se habituou a viver com ideais interessados apenas no seu bem estar. O debate que manteve com João Galamba deve dar-lhe para pensar um bocadinho que tem de ser mais comedido nas suas afirmações, porque desta maneira a sua credibilidade desvanece-se! 
Ver o debate clicando aqui

Sem comentários:

Obrigado Pela Sua Visita !