BANCADA DIRECTA: Em vez de proporcionar aos contribuintes uma redução nos impostos ou uma benesse mais equilibrada, que não carros topo de gama, nada comuns e, igualmente,nada acessíveis às bolsas de uma classe média em crise…..Quanto mais aos pobres!

sábado, 5 de abril de 2014

Em vez de proporcionar aos contribuintes uma redução nos impostos ou uma benesse mais equilibrada, que não carros topo de gama, nada comuns e, igualmente,nada acessíveis às bolsas de uma classe média em crise…..Quanto mais aos pobres!

 Em vez de proporcionar aos contribuintes uma redução nos impostos ou uma benesse mais equilibrada, que não carros topo de gama, nada comuns e, igualmente,nada acessíveis às bolsas de uma classe média em crise…..
Quanto mais aos pobres! 

As Finanças andam a gozar connosco 
Um artigo de Henrique Monteiro (Expresso) 
Por descargo de consciência fui ver quantos cupões tenho para o sorteio do célebre carro. Não tenho esperança de ganhar, mas queria ver como funciona o sistema. Não tenho um único cupão, nada! Zero! E tenho a certeza que pedi facturas em Janeiro. Parece que estão pendentes... 

E descobri que pendente é algo de que as facturas gostam particularmente. Confirmei esta ideia quando, uma vez que já estava no Portal das Finanças, fui ver que desconto conseguiria no IRS deste ano pelas facturas pedidas em 2013. Aí parece que tenho mais sorte, posso deduzir cento e poucos euros. Mas o que mais me espantou foi ter quase uma centena de facturas com informação... pendente. Que informação é essa? 
É a "Actividade da Realização da Aquisição" e saber se foi ou não feita "Fora do Âmbito da Actividade Profissional". Felizmente, tinha a possibilidade de esclarecer uma a uma. Foi então que me dei ao trabalho de - uma a uma - especificar que "Cerger - Sociedade de Actividades Hoteleiras, SA" - se trata - ó surpresa! - de "Hotelaria, Restauração e Similares", o mesmo se passando com "Paberesbares, Actividades de Hotelaria Lda". E por aí fora, numa série de nomes de empresas que indicam a atividade ("Iberusa Hotelaria e Restauração, SA" ou "Sector Mais Serviços Globais em Alimentação, Lda"). Outros, como "Quimenauto Reparação e Comércio Automóvel" diz respeito à categoria - imaginem! - de manutenção e reparação de veículos automóveis. Enfim... 

Pacientemente especifiquei que tudo isto era "Fora do Âmbito Profissional", pois quando é do âmbito profissional costumo (até porque não me aceitam a despesa de outra maneira) indicar o NIF (Número de Identificação Fiscal) da empresa. Findo todo este trabalho, fiquei a saber que não me valia de nada. O prazo tinha expirado em 10 de Março. Mas eu compreendo. Sou eu que sou mal informado, isto deve ter sido amplamente divulgado. 
As facturinhas ficam, pois, "pendentes". Mas todos sabemos o que acontece a um cidadão que fique "pendente" em relação às finanças. Nem que seja anos depois apanham-nos! E com juros de mora e ameaça de penhora... Eles gozam connosco! Digo eu, para não perder o sentido de humor. 

 Henrique Monteiro

Sem comentários:

Obrigado Pela Sua Visita !