BANCADA DIRECTA: Ao ondas cavaleiras. A tragédia da praia do Meco. Revisitar os locais do infausto acontecimento

sábado, 1 de março de 2014

Ao ondas cavaleiras. A tragédia da praia do Meco. Revisitar os locais do infausto acontecimento

 Imagem típica de uma onda cavaleira. Num quadro normal de distancia entre ondas estas seguem numa distancia de 10 metros a seguir umas às  outras. A onda cavaleira segue numa distancia de apenas 3 metros e portanto com força muito maior de rebentamento, com muito mais altura  e maior distancia percorrida no areal de uma praia a seguir à sua rebentação

 Casa em Aiana de Cima onde os estudantes passaram o fim-de-semana antes de encontrarem a morte. Da rua paralela a esta, um pouco mais à frente, há caminhos interiores que permitem chegar a Alfarim.

Estas 5 imagens referem a Praia das Bicas no dia de ontem pelas 17 horas. Com a ondulação normal a rebentação destas ondas terminava na escadaria de acesso à praia, não deixando qualquer espaço para as pessoas permanecerem no areal..


Nota de Bancada Directa

Solicita-me uma prezada amiga e leitora deste blogue, já que sabendo que eu em tempos frequentava muito a  zona da Lagoa de Albufeira, que lhe desse uma visão pessoal dos melhores acessos às zonas da Praia do Meco e os caminhos que deveriam ter percorrido a pé o grupo de estudantes até ao local onde faleceram.

Tenho uma visão periférica do que aconteceu e até porque ainda começam a surgir novos dados.

A casa onde os estudantes estavam a passar o fim-de-semana situa-se na localidade de Aiana de Cima. E o local onde os estudantes foram arrastados pelas ondas foi na Praia do Moinho de Baixo.

A chamada Praia do Meco é constituída por 3 praias: uma chama-se Praia da Foz, situada mais a sul, depois outra é a Praia das Bicas e finalmente temos a norte e já sensivelmente perto da Lagoa de Albufeira a Praia do Moinho de Baixo. Aqui existe um bar restautante famoso pelos seus rodizios de peixe. Um pouco mais a norte, existe a zona dos pescadores. 

O caminho natural para estas 3 praias é a estrada que vem de Alfarim e passa pela Aldeia do Meco. Nesta localidade quem seguir em frente alcança as praias da Foz e das Bicas e quem voltar para a estrada da direita alcança a Praia do Moinho de Baixo.

A sul da Praia do Moinho de Baixo existe uma alta duna fixa de areia e lages  e logo a seguir é a chamada Praia do Rio da Prata, zona autorizada para a prática de naturismo.  A zona da praia do naturismo é alcançada a partir da estrada que vem da Aldeia do Meco para as Praias da Foz e das Bicas e segue por detrás do Parque de Campismo do Meco. Mas claro que temos de reconhecer que o extenso areal permite uma deslocação pela borda do mar entre a Praia das Bicas e a Praia do Moinho de Baixo

Em relação ao caminho que os estudantes deveriam ter percorrido vamos dizer que há caminhos fora da estrada que permitem alcançar a localidade de Alfarim a partir de Aiana de Cima. não tendo por este motivo que dar uma volta mais extensa pela estrada, passando pela localidade de Caixas. E de Alfarim há uma estrada directa para a Praia de Moinho de Baixo. Em meu entender foi este o percurso que os estudantes percorreram: em caminhos de macadame entre Aiana de Cima e Alfarim e depois pela estrada de Alfarim atè à Praia de Moinho de Baixo.

Aguardemos pelas conclusões das investigações em curso

Todas as fotos são do Bancada Directa, excepto a primeira que refere a onda cavaleira

Sem comentários:

Obrigado Pela Sua Visita !