BANCADA DIRECTA: Partido Socialista volta a subir nas intenções de voto. Mas afinal de que é que estavam à espera? A queda e a derrota dos partidos da maioria será uma realidade….

sexta-feira, 17 de janeiro de 2014

Partido Socialista volta a subir nas intenções de voto. Mas afinal de que é que estavam à espera? A queda e a derrota dos partidos da maioria será uma realidade….

Partido Socialista volta a subir nas intenções de voto. 
Mas afinal de que é que estavam à espera? 
A queda e a derrota dos partidos da maioria será em breve uma realidade…. 
E o que tem de ser tem muita força, como dizia o outro....

A sondagem da Eurosondagem para o Expresso e para a SIC relativa ao mês de Janeiro mostra uma subida de um ponto percentual dos socialistas, face a uma descida de um ponto e meio do PSD e uma queda de meio ponto do CDS. António José Seguro também subiu na popularidade enquanto Pedro Passos Coelho desceu. 
Assim, segundo a sondagem do Expresso, o PS tem agora 37,5% (uma subida de um ponto percentual face à última sondagem), o PSD 25% (menos 1,5 pontos percentuais) e o CDS 8% (menos 0,5 pontos percentuais). Já a CDU e o Bloco de Esquerda sobem 0,4 e 0,1 pontos percentuais para 10,4% e 6,6% das intenções voto, respectivamente. 

Com este resultado, o PS vale agora mais quatro pontos do que os partidos da maioria, que somados não ultrapassam os 33% nas intenções de voto. 

Em relação à popularidade dos líderes políticos, António José Seguro sobe na avaliação dos portugueses à sua actuação. Mas não só. Cavaco Silva e Jerónimo de Sousa também aumentam a sua popularidade. 

O Presidente da República subiu 1,5 pontos percentuais para 7,1%, o líder do PS avança 0,3 pontos percentuais para 21,8% e o líder da CDU aumenta 1,2 pontos percentuais para 7,4%. Paulo Portas desce 0,9 pontos percentuais na popularidade para 6,1%. 

Do lado oposto está Passos Coelho, com os portugueses a darem a nota mais negativa entre os líderes partidários (-16,2%). A liderança bicéfala do Bloco também tem nota negativa (-4,8%). Em ambos os casos a popularidade até piorou.

2 comentários:

luis pessoa disse...

Tenebroso como 1/4 dos votos ainda vão para quem nos chacina enquanto cidadãos!

Não dá para entender...

Adriano Ribeiro disse...

Tenebroso elevado ao seu mais alto expoente
Estou convencido que o sentimento de vergonha os impede de assumir o êrro de votar em quem só olha para os ricos e ostraciza as classes trabalhadoras e os mais carenciados.

Tenho um familiar que sempre votou nesta escumalha e agora nem se dá ao trabalho de conferir os cortes que fazem no seu vencimento. Mas continuará a votar neles e a sobreviver à custa da sogra.

Receba um abraço
Adriano Rui Ribeiro

Obrigado Pela Sua Visita !