BANCADA DIRECTA: O nosso Domingo nada musical (3). Deficiente, deficiente, mas com insensibilidade para os transtornos que pode causar a quem circula pelos passeios. Um caso do espertalhão saloio que anda por aí

domingo, 26 de janeiro de 2014

O nosso Domingo nada musical (3). Deficiente, deficiente, mas com insensibilidade para os transtornos que pode causar a quem circula pelos passeios. Um caso do espertalhão saloio que anda por aí

O nosso Domingo nada musical (3). 
Deficiente, deficiente, mas com insensibilidade para os transtornos que pode causar a quem circula pelos passeios. 
Um caso do espertalhão saloio que anda por aí 



Oeiras. Miraflores. Avenida das Tulipas (em frente à Farmácia Raposo

Do blogue Passeio livre respigo as fotos e o pequeno texto que de uma forma muito suave relata a situação. 

Frequentemente, este veículo encontra-se estacionado aqui, em frente à passadeira e em cima do passeio. E como se pode ver é de alguém com um dístico a atestar uma qualquer incapacidade física. 

Em geral esperamos mais sensibilidade para estas questões, por parte das pessoas que mais sofrem com a usurpação dos passeios, mas não parece ser este o caso. Não é uma vez sem exemplo, nem durante um curto espaço de tempo. É com alguma frequência, e durante períodos prolongados. 

É triste! 

Nota de Bancada Directa: se o caríssimo leitor reparar o proprietário da viatura teve o cuidado de levantar a haste do limpa vidros, para evitar que a borracha da lamina/escova se cole ao vidro e se deteriore. 

Preocupado com os seu património, mas insensível com o direito dos outros

Sem comentários:

Obrigado Pela Sua Visita !