BANCADA DIRECTA: " An apple a day, keeps the doctor away ", que é como quem diz : A ingestão diária de maçã reduz a mortalidade vascular. São os "Temas de Medicina no Bancada Directa nestes tempos de Natal. E desejamos que o médico amigo deste blogue tenha um Santo Natal.

sábado, 21 de dezembro de 2013

" An apple a day, keeps the doctor away ", que é como quem diz : A ingestão diária de maçã reduz a mortalidade vascular. São os "Temas de Medicina no Bancada Directa nestes tempos de Natal. E desejamos que o médico amigo deste blogue tenha um Santo Natal.

" An apple a day keeps the doctor away ", que é como quem diz 
A ingestão diária de maçã reduz a mortalidade vascular. 
São os "Temas de Medicina no Bancada Directa nestes tempos de Natal. 
E que o nosso médico amigo deste blogue tenha um Santo Natal. 

O provérbio inglês “comer um maçã por dia mantem os médicos afastados”  continua a poder ser aplicado actualmente, uma vez que a ingestão  diária desta fruta iguala praticamente os efeitos das estatinas na  prevenção de morte vasculares, defende um estudo publicado no “British  Medical Journal”. 
Através da utilização de modelos matemáticos, os investigadores da  Universidade de Oxford, no Reino Unido, decidiram avaliar como este  provérbio com cerca de 150 anos se poderia comparar com a toma de  estatinas na população britânica. Neste estudo foi analisado o efeito  da toma diária de estatinas em indivíduos que não tomavam este  fármaco, e da ingestão de uma maçã nas causas mais comuns da  mortalidade vascular. 

Todos os participantes tinham 50 ou mais anos de  idade.  O estudo apurou que se 17,6 milhões de adultos tomassem estatinas  diariamente, haveria uma redução anual de 9.400 mortes vasculares,  enquanto se 70% da população total do Reino Unido (22 milhões), com 50  anos de idade, ingerisse diariamente uma maçã seriam evitadas 8.500  mortes vasculares. 

Contudo, os investigadores referem que a prescrição de estatinas para  os indivíduos com mais de 50 anos significaria um aumento de cerca de  1.000 novos acasos adicionais de doença muscular e mais de 10.000  diagnósticos adicionais de diabetes.  O modelo matemático demonstrou ainda uma redução adicional de 3% no  número de mortes vasculares, se fosse prescrita a toma diária de  estatinas, ou de maçãs, para os indivíduos com mais de 30 anos. 
Contudo, o número de efeitos secundários previstos duplicaria. “Este estudo mostra que pequenas alterações na dieta, assim como o  aumento da toma de estatinas poderia reduzir significativamente a  mortalidade vascular no Reino Unido”, revelaram em comunicado de  imprensa os investigadores.  

Os autores do estudo concluíram ainda que estes resultados enfatizam a  necessidade de aumentar o consumo de fármacos indicados para a  prevenção das doenças cardiovasculares, assim como a necessidade de  preservar as políticas de saúde de destinadas a melhorar qualidade  nutricional das dietas

Sem comentários:

Obrigado Pela Sua Visita !