BANCADA DIRECTA: Paulinho, Paulinho: como foi possível que tu enganaste tão bem aqueles que em ti confiaram. E o que vem para aí ainda agrava mais os idosos.

quinta-feira, 10 de outubro de 2013

Paulinho, Paulinho: como foi possível que tu enganaste tão bem aqueles que em ti confiaram. E o que vem para aí ainda agrava mais os idosos.

Paulinho, Paulinho!
Como foi possível que tu enganaste tão bem aqueles que em ti confiaram. 
E o que vem para aí ainda agrava mais os idosos. 

Paulo Portas substituiu o arrogante e teimoso primeiro-ministro na suposição de que o antigo líder da empresa de sondagens da Moderna, levada à falência com as tropelias fiscais, seria o melhor negociador para a troika. 

Só a presunção do génio consentiu tornar o irrevogável ministro demissionário no líder do Governo que, modesto, aceitou preceder o título pela palavra «vice». Jurou falar grosso à troika e acabou, de cuecas apertadas, a falar fininho. 



Portas jura agora que não trocou a TSU das pensões pelo saque aos viúvos mas, como coordenador da economia, começou por se atirar aos vencimentos dos funcionários e às pensões dos reformados e acabou no assalto às pensões de sobrevivência. 

E já agora vamos lembrar que antes das eleições, o Governo afirmou que o desemprego estava em regressão e garante agora que vai agravar-se. 


Andam por aí, bandos organizados que assaltam velhinhos e viúvas para os espoliarem, usando como argumento a violência e as agressões como método de persuasão. 


Pelo menos, por enquanto, este Governo ainda não experimentou amordaçar os velhos e fracturar costelas a viúvas/os. É uma diferença significativa em relação aos bandos de leste que confirmaram que neste país os assaltos rendem. E tudo é tão fácil para os concretizar

Sem comentários:

Obrigado Pela Sua Visita !