BANCADA DIRECTA: Mas afinal de que é que os meus leitores estavam à espera? O que o Paulo Ferreira da RTP queria fazer era tão iníquio e desprezivel, que a Comissão Nacional de Eleições mandou para as urtigas a entrevista ao Passos

sexta-feira, 6 de setembro de 2013

Mas afinal de que é que os meus leitores estavam à espera? O que o Paulo Ferreira da RTP queria fazer era tão iníquio e desprezivel, que a Comissão Nacional de Eleições mandou para as urtigas a entrevista ao Passos

Mas afinal de que é que os meus leitores estavam à espera? 
O que o Paulo Ferreira da RTP queria fazer era tão iníquo e desprezível  que a Comissão Nacional de Eleições mandou para as urtigas a entrevista ao Passos 

Comissão Nacional de Eleições trava entrevista da RTP a Passos 


Claro que a RTP estranha a decisão da CNE mas esqueceu-se da velha máxima: ou comem todos o pãozinho, ou passam todos fominha. 


O que mais lamento é que é com o meu rico meu rico dinheirinho, que me sacam da factura da electricidade, que estes senhores dirigem, a Televisão Púiblica 

Já estava em marcha mais uma entrevista numa altura ideal para quem está no poder e tem a Televisão Publica nas mãos

A Comissão Nacional de Eleições diz que a RTP não pode entrevistar o primeiro-ministro no programa "O País Pergunta", uma decisão tomada hoje após a apreciação de participações contra a televisão pública por parte do PS e do PCP. 

 "Um programa de entrevistas com responsáveis políticos, com o formato anunciado pela RTP, apenas pode ter lugar fora dos períodos eleitorais", lê-se na informação enviada hoje à RTP, ao início da noite
Meu menino:já sabes que quando esta coisa mudar vais logo a andar.
 
Por seu lado, o director de informação Paulo Ferreira, que estranha a rapidez da deliberação e a falta uma informação completa sobre o processo, disse ao Expresso que "a RTP vai analisar a decisão da CNE e só depois vai pronunciar-se". 

 "Estranho, desde já, dois factos: a CNE decidiu sete horas depois de ter dado um prazo de 24 horas à RTP para se pronunciar e só no momento em que foi notificada da decisão é que a RTP soube que havia uma segunda queixa, do PCP, cujo conteúdo ainda desconhecemos", afirmou Paulo Ferreira


Sem comentários:

Obrigado Pela Sua Visita !