BANCADA DIRECTA: Padre abandona Igreja para assumir relação e paternidade. Quando a ficção se confunde com a realidade. No Brasil foi a realidade. Em Portugal, no mesmo dia, a série “Bem-vindos a Beirais” versava o mesmo tema: o padre Luís apaixonou-se pela Marina e foi correspondido

sábado, 31 de agosto de 2013

Padre abandona Igreja para assumir relação e paternidade. Quando a ficção se confunde com a realidade. No Brasil foi a realidade. Em Portugal, no mesmo dia, a série “Bem-vindos a Beirais” versava o mesmo tema: o padre Luís apaixonou-se pela Marina e foi correspondido

Padre abandona Igreja para assumir relação e paternidade. 
Quando a ficção se confunde com a realidade. 
No Brasil foi a realidade. 
Em Portugal, no mesmo dia, a série “Bem-vindos a Beirais” versava o mesmo tema: o padre Luís apaixonou-se pela Marina e foi correspondido. Duas cervejolas aproximaram-nos.
Por cá 5 chumbos do Tribunal Constitucional a Leis do Governo afastam Passos Coelho da triste realidade deste país.

 Durante a missa, um padre do interior da Bahia, Brasil, anunciou ir abandonar o sacerdócio católico. Em nome do amor, confessou manter uma relação com uma jovem, grávida de três meses. Os fiéis da paróquia brasileira de Nossa Senhora da Conceição, no interior da Bahia, foram surpreendidos por um anúncio inesperado, no passado domingo. 

Em qualquer das missas que celebrou (três no total), o padre Gerônimo Moreira deu conta da sua intenção de abandonar a vida religiosa, para assumir, de uma assentada, uma relação amorosa com uma jovem e o filho que ambos esperam. Foi uma decisão difícil, confessou na carta que leu, em jeito de comunicado. Mas, encarando a comunidade católica com lágrimas nos olhos, comovido, o padre Gerônimo explicou como o amor chegou à sua vida, depois de conhecer, em 2007, Emília Carneiro, com quem se acabou por envolver.  

Ao invés da reação de desagrado, que o casal temeu, os católicos presentes na igreja choraram com ele. Uma história com um final feliz, a que nem faltará o casamento religioso, se tudo correr como o previsto. O padre, de 32 anos, publicou a carta também na sua página no Facebook. Aí explica como tornar-se padre foi "uma atitude de fé", "uma decisão livre" e consciente. "Tinha consciência que para ser padre era necessário renunciar a vida familiar e viver o celibato. 

O que procurei fazer durante este tempo, mesmo diante de todas as dificuldades", escreve Gerônimo Moreira. "Cometi um pecado e não um crime" Ao jornal "O Globo" contou também como conheceu Emília, hoje com 23 anos, num encontro de jovens, quando era ainda seminarista. "Sempre tive um grande carinho por ela e a nossa amizade foi cada vez mais crescendo e se fortalecendo", recorda na carta, ainda que a intenção sempre tenha sido a de deixar a Igreja antes de assumir qualquer envolvimento "para não escandalizar a comunidade". 















Nuno Janeiro e Carla Chambel dão vida às personagens do Padre Luís e de Marina na série "Bem-vindos a Beirais". O estereotipo destas personagens no episódio de ontem não foi bem aproveitado. Faltou cenas de contacto que substituiriam diálogos.

Talvez o calor da paixão lhe tenha trocado as voltas, mas perante a gravidez descoberta em maio, Gerônimo quis assumir uma nova vida. "Quero lembrar que cometi um pecado e não um crime", escreve, para garantir que continuará a viver "todos os valores da fé cristã, agora na família, ajudando a Igreja naquilo que for possível". Estudante de letras, Emília cantava na igreja e nunca ninguém parece ter desconfiado da proximidade entre os dois. 

Enquanto não consegue voltar à faculdade, para estudar engenharia, o antigo padre recupera uma casa de um irmão, onde o casal vai viver, inicialmente, e por opção, mantendo-se mais afastado da comunidade. As mensagens de apoio nas redes sociais não se fizeram esperar. Como esta: "Casal lindo. Rezo para que agora acerte na vocação".


A situação do Padre Geronimo já corre mundo. Clicar aqui

Sem comentários:

Obrigado Pela Sua Visita !