BANCADA DIRECTA: As verdades (?) de Maria Luís Albuquerque (2). O enredo continua e não nos admiramos que o desgaste de uma das partes venha a acontecer. Mas os apoios da ministra são muito fortes e todos nós sabemos quem são!

quinta-feira, 1 de agosto de 2013

As verdades (?) de Maria Luís Albuquerque (2). O enredo continua e não nos admiramos que o desgaste de uma das partes venha a acontecer. Mas os apoios da ministra são muito fortes e todos nós sabemos quem são!

As verdades (?) de Maria Luís Albuquerque (2). 
O enredo continua e não nos admiramos que o desgaste de uma das partes venha a acontecer. 
Mas os apoios da ministra são muito fortes e todos nós sabemos quem são! 

O ex-secretário de Estado do Tesouro Costa Pina acusa a actual ministra das Finanças Maria Luís Albuquerque de deturpar as suas palavras e de omitir a informação que Vítor Gaspar lhe passou, no âmbito do caso dos «swaps». 

Segundo o DN, Costa Pina escreveu ao presidente da comissão parlamentar de inquérito aos contratos de alto risco, Jorge Lacão, para acusar Maria Luís Albuquerque de omissão de informação na última audição da comissão e de deturpação das suas palavras. 

Maria Luís Albuquerque, que em 2011 assumiu funções como secretária de Estado do Tesouro, afirmou que, na transição de pasta do Governo anterior para o atual, não tinha sido informada sobre os contratos de alto risco. 
Na carta enviada a Jorge Lacão, citada pelo DN, Costa Pina afirma que mantém o que disse na comissão de inquérito e que Maria Luís Albuquerque deturpou as suas palavras – quando o acusou de falhas graves de memória – para não admitir que foi informada do «teor» de uma reunião de 18 de junho de 2011 entre o ex-ministro das Finanças Vítor Gaspar e o seu antecessor Teixeira dos Santos, na presença de Costa Pina. 

«Só posso concluir que a omissão, por parte da senhora ministra, do que eu disse na declaração inicial nessa comissão e a sua substituição por uma afirmação diferente constituem uma deturpação que me dispenso de qualificar, reafirmando assim o que disse e ouvi nas reuniões de 18 e 29 de junho de 2011, bem como o demais transmitido a essa comissão na minha audição», escreveu Costa Pina na missiva. 

Sem comentários:

Obrigado Pela Sua Visita !