BANCADA DIRECTA: Ana Rita Pereira. A morte de um anjo! A bombeira de Alcabideche morreu na defesa do seu ideal de vida: salvar as vidas e os bens do seu semelhante

segunda-feira, 26 de agosto de 2013

Ana Rita Pereira. A morte de um anjo! A bombeira de Alcabideche morreu na defesa do seu ideal de vida: salvar as vidas e os bens do seu semelhante





Na morte de alguém é costume entoarem-se loas e oratórias para dignificar a memória daqueles que partem.

Ana Rita Pereira, aquela que foi um elemento da Corporação de Bombeiros de Acabideche estava sempre pronta a arriscar a sua vida no cumprimento do seu ideal solidário: defender os bens dos outros e salvar a vida  daqueles que estivessem em perigo. 

A morte levou-a aos 24 anos de idade

Que o teu exemplo como soldado da PAZ possa ser seguido por toda esta juventude que está irmanada no mesmo ideal e que os teus camaradas mais velhos possam ensinar aos mais novos que a tua memória seja um exemplo de comportamento para eles.

1 comentário:

Anónimo disse...

Bonitas palavras.
Só me admira que num mundo tão cruel como o que vivemos ainda há pessoas com este altruísmo.
A minha solidariedade para com todos os bombeiros
Maria de Lourdes Bonito
Amadora
PS: Ferias? Falésia. Como sempre.

Obrigado Pela Sua Visita !