BANCADA DIRECTA: Fragmentos e Opiniões. O nosso cronista Antonio Raposo fala-nos dos recentes desempregados do Governo e confessa que tem muita pena deles.

sábado, 27 de julho de 2013

Fragmentos e Opiniões. O nosso cronista Antonio Raposo fala-nos dos recentes desempregados do Governo e confessa que tem muita pena deles.

Fragmentos e Opiniões. 
O nosso cronista Antonio Raposo fala-nos dos recentes desempregados do Governo e confessa que tem muita pena deles. 

EU TENHO MUITA PENA DOS DESEMPREGADOS DO GOVERNO 



Com esta lufa-lufa de saída e entrada de pessoal governamental acontece o que muita gente calculava e que pelos vistos não se confirma: mais umas dezenas de desempregados. Mais aumento na lista enorme dos que vivem de subsídio de desemprego! 

Mais casas sem pão. Mais avós a subsidiar os netos. Porém, tal não é costume acontecer. O pessoal que anda pelas políticas sabe-se amanhar e quando perde um emprego tem logo uma mão cheia de convites à sua espera. 


Quem tem bons padrinhos vai para a Caixa. É uma empresa segura, com aval do Estado, e boas reformas. 


Lembro-mo da ministra Cardona que foi da Justiça (qual justiça?) menina do CDS/PP que ao sair do governo foi para a Caixa. Esta Caixa tem sempre um lugar vago à sua espera, se você tiver padrinhos! A ilustre ministra deslizou para a Caixa de Africa e a seguir anichou-se na EDP. Os chineses estavam com os olhos em bico postos nela! 

Uma mulher de muitos saberes e com alguns amigos do peito. Outro grande economista que saiu do Governo de nome Gaspar deslizou no dia seguinte para o Banco de Portugal. Um lugar agradável para passar o presente verão e os invernos do nosso descontentamento. Diria: o ilustre Gaspar sabe onde se deve aterrar. 

Mas não foi o Durão que era “funcionário” do Banco E. Santo e que deu um saltinho primeiro para “primeiro” e segundo para a Europa onde foi ganhar melhorzinho, apesar de não ter sido escolhido por votos de nenhum partido nem coisa nenhuma ? 


Foi convite, prontos! 


Um abraço opara os meus carissimos leitores 


Antonio Raposo 

Lisboa. 2013. Julho. 27

Sem comentários:

Obrigado Pela Sua Visita !