BANCADA DIRECTA: E entre Belém e São Bento lá vamos cantando e rindo. E, claro, desde que não há autópsia, enterre-se o cadáver.

sexta-feira, 5 de julho de 2013

E entre Belém e São Bento lá vamos cantando e rindo. E, claro, desde que não há autópsia, enterre-se o cadáver.



Lá vamos, cantando e rindo 
Levados, levados, sim 
Pela voz de som tremendo 
Das tubas, clamor sem fim.

Claro que isto é muito intencional, pois não me parece que se possa rir e cantar à voz de um som tremendo e de clamores sem fim. É que muitos daqueles que andam agora na berlinda seguiram esta cartilha.

2 comentários:

Anónimo disse...

É uma visão sua muito radical que eu discordo, apesar de pensar que esta crise tem de ter uma atitude firme de Cavaco Silva
Tenha boas férias
Maria de Lourdes Bonito

Adriano Ribeiro disse...

Minha senhora
Quando se está confortável na vida há uma certa relutância em mudar.
Acho que mesmo que se o Governo não se transformar em cadáver, não lhe dou muito tempo de vida.
Desculpe a dureza desta resposta, mas se não gostar, paciencia.
A propósito não me encontro de férias. Compromissos advindos de amizades concretas.
As férias serão em Setembro em Punta Umbria. Huelva
Fique bem
Adriano Rui Ribeiro

Obrigado Pela Sua Visita !