BANCADA DIRECTA: Cavaco igual a si próprio

quinta-feira, 11 de julho de 2013

Cavaco igual a si próprio


Reconheçamos que foi grande no desprezo pelo autor da maior crise política, no pior momento e da pior maneira.  Não chamou rapazito a Portas e incapaz a Passos Coelho, não se queixou sequer da proteção que deu a esta espécie de Governo. 

Cavaco limitou-se, num ato de grandeza, a pedir ao PS que ajudasse o seu Governo e a acusá-lo de autor do próximo fracasso do que considera ainda o Governo legítimo. Cavaco foi grande no humor. Falou de tal modo que os intérpretes do costume ficaram siderados. 

Não sabem o que disse, pensa ou fará. Quando, hoje, a Bolsa de valores abrir em queda, não foi pelo que ele disse mas pela impossibilidade da Bolsa adivinhar o que ele quis dizer. 

Os partidos do Governo que confiavam no discurso que conheciam ficaram desorientados e cancelaram a marcação para serem os primeiros a falar.

1 comentário:

luis pessoa disse...

Um presidente igual a si mesmo. Tremendo erro de casting que se renova a cada momento.
Em boa verdade, um presidente neutro, igual a ZERO.

Obrigado Pela Sua Visita !