BANCADA DIRECTA: Pensões do Estado. Uma vergonha para os mais pobres deste país. Uma medida mais do que urgente. Ontem já era tarde. Taxa para as pensões dos políticos pode resultar em corte de 20% nas pensões

quinta-feira, 16 de maio de 2013

Pensões do Estado. Uma vergonha para os mais pobres deste país. Uma medida mais do que urgente. Ontem já era tarde. Taxa para as pensões dos políticos pode resultar em corte de 20% nas pensões

Pensões do Estado. 
Uma vergonha para os mais pobres deste país. 
Uma medida mais do que urgente. 
Ontem já era tarde. 
Taxa para as pensões dos políticos pode resultar em corte de 20% nas pensões 

A taxa adicional sobre as pensões do Estado, que tanta tinta tem feito correr, aponta para um limite de 10% nos cortes. No entanto, a medida admitirá excepções, adianta a edição desta quinta-feira do jornal i. As subvenções vitalícias que incluem titulares de cargos públicos, designadamente políticos, poderão vir a sofrer uma tesourada de 20%. 
A apelidada ‘TSU sobre os pensionistas’ pode não vir a ser igual para todos. Ainda que o tecto máximo dos cortes se fixe nos 10%, o Governo de Pedro Passos Coelho admite algumas excepções, nomeadamente no que diz respeito às subvenções vitalícias que titulares de cargos públicos e políticos têm direito a receber, avança o i. Assim, a redução nas pensões dos deputados ou dos juízes do Tribunal Constitucional, a título de exemplo, poderão ficar sujeitos a cortes de 20%, ou seja, ao dobro dos demais pensionistas do Estado. 

Em causa, saliente-se, está a convergência do regime da Caixa Geral de Aposentações com o da Segurança Social, que deverá ficar pronta até Outubro por forma a facultar um encaixe financeiro nos cofres públicos orçado em 740 milhões de euros. 

A medida tem sido muito contestada, inclusive no seio da coligação governamental, sendo que apesar de constar no documento que permitiu fechar a sétima avaliação ao programa de ajustamento português, e respectiva tranche de 2 mil milhões de euros disponibilizada pela troika, poderá não vir a ter efeitos práticos, caso se encontrem alternativas financeiras equivalentes.
Contribuições

Um corte de 20% nas pensões destes dois cidadãos será uma justiça a aplaudir. Mas não cremos, sinceramente, que eles vão tocar nestes privilégios.

Sem comentários:

Obrigado Pela Sua Visita !