BANCADA DIRECTA: As voltas que o dinheiro dá! São os nossos “Fragmentos e Opiniões” financeiros. O nosso cronista “Olho Vivo e Pé Ligeiro” põe o dedo na ferida: o dinheiro não sumiu, mudou foi mesmo de lugar…….

sábado, 25 de maio de 2013

As voltas que o dinheiro dá! São os nossos “Fragmentos e Opiniões” financeiros. O nosso cronista “Olho Vivo e Pé Ligeiro” põe o dedo na ferida: o dinheiro não sumiu, mudou foi mesmo de lugar…….

As voltas que o dinheiro dá! 
São os nossos “Fragmentos e Opiniões” financeiros. 
O nosso cronista “Olho Vivo e Pé Ligeiro” põe o dedo na ferida: 
O dinheiro não sumiu, mudou foi mesmo de lugar……. 

O DINHEIRO NÃO SUMIU – MUDOU FOI DE LUGAR!

Li na imprensa diária que só nos chamados “Paraísos Fiscais” estariam repousando 14 biliões de euros. Diz a organização não-governamental OXFAM. 

Dois terços desta enorme fortuna em paraísos localizados na Europa. 

 Esta montanha de dinheiro tem origem nas grandes multinacionais entre as quais a Apple e a Google e centenas de outras.

A Europa tem na União Europeia a sua unidade e força, mas eu chego à triste conclusão que quem lá manda não manda nada e não passa de gente que dá a cara, a troco de uns “trocados”. Então estão milhões na Europa no desemprego e não há dinheiro para o “desenvolvimento”.


Os bancos estão lisos, o Zé pagante está sem cheta Os reformados não tem dinheiro para os remédios e os paraísos fiscais estão a abarrotar? Isto faz sentido? E nada se faz para acabar com esta verdadeira sangria? 

Pobres povos iludidos com as políticas e com os políticos e com os meios de comunicação ao serviço deles e fundamentalmente dos nossos “amigos” ricaços que para eles não há impostos nem crise nem coisíssima nenhuma.

Quando eu vejo estes senhores que hoje tem assento no “conselho de estado” pergunto-me se eles têm a consciência do que está a acontecer ou se acham que a coisa é mesmo assim (sempre houve pobres, dizem!) ou se estão pura e simplesmente a gozar com o pagode. 


Esta gente da política – os profissionais – tem uma tendência para a escoliose que na minha terra se chama falta de firmeza na espinha vertebral. E vem às vezes, gente amiga e simpática ( mas ingénua diga-se de passagem!) dizer-nos que nos endividámos. Temos que pagar.

Faz-me lembrar aquele ditado do brasileiro que dizia na missa: ajoelhas-te? – Tens que rezar!

Nunca ouviram o ditado: “Ladrão que rouba a ladrão tem cem anos de perdão!”


Estão a perceber onde eu quero chegar? Boa! 


Olho Vivo e Pé Ligeiro

Lisboa. 2013. Maio. 24

Sem comentários:

Obrigado Pela Sua Visita !