BANCADA DIRECTA: Como vai Portugal neste iniciar de 2013? (2) Falemos do PS! António José Seguro começa a sentir que está em perigo o seu lugar de Secretário-geral. Para além mais do que prevista candidatura de António Costa parece que se prepara uma surpresa. Para mim nomes como Francisco Assis, Vieira da Silva ou até mesmo Ferro Rodrigues poderão estar na forja para avançar…..

sexta-feira, 25 de janeiro de 2013

Como vai Portugal neste iniciar de 2013? (2) Falemos do PS! António José Seguro começa a sentir que está em perigo o seu lugar de Secretário-geral. Para além mais do que prevista candidatura de António Costa parece que se prepara uma surpresa. Para mim nomes como Francisco Assis, Vieira da Silva ou até mesmo Ferro Rodrigues poderão estar na forja para avançar…..

Como vai Portugal neste iniciar de 2013? (2) 

Falemos do PS! António José Seguro começa a sentir que está em perigo o seu lugar de Secretário-geral. Para além mais do que prevista candidatura de António Costa parece que se prepara uma surpresa. 

Para mim nomes como Francisco Assis, Vieira da Silva ou até mesmo Ferro Rodrigues poderão estar na forja para avançar….. 

A pressão sobre António Costa para avançar contra António José Seguro na liderança do PS ganha adeptos, e o presidente da Câmara de Lisboa já conta espingardas, tendo a seu lado "estruturas organizadas e pessoas com muita vontade de o apoiar", segundo referia ontem o Correio das Manhã a partir de uma fonte bem informada
Mas o autarca ainda não tomou uma decisão definitiva e para a opinião pública apenas deixa escapar: "Qualquer que seja a data, estarei nesse congresso". Estas respostas evasivas de Costa são recorrentes, até mesmo junto do núcleo duro do ex-líder José Sócrates que está empenhado em lançar o autarca.

O mesmo jornal sabe, aliás, que recentemente muitos destes socialistas se sentaram à mesa com o presidente da autarquia da capital para o persuadir. Mas este não esclareceu a sua posição. O que explica que Pedro Silva Pereira, braço direito de Sócrates, tenha jogado mais uma cartada, ao suscitar o debate sobre um congresso electivo antes das autárquicas.

José Lello seguiu as pisadas, por uma alternativa à actual liderança. Seguro respondeu com a pergunta: "Qual a pressa?". E mesmo fontes próximas de Costa confidenciaram ao jornal ( que , segundo sabemos, está bem informado por uma fonte credível) que o levantamento desta discussão foi "precipitada". Afinal, o momento é de auscultação e contagem de apoios, no qual deve imperar "a reserva".

Comentário de Bancada Directa ( agora um blogue afastado dos corredores do Largo do Rato): 

Claro que somos apoiantes de que este assunto terá de ser tratado com as naturais reservas e solidariedade partidária, mas também não será tolice que os putativos candidatos comecem já a contar as espingardas

Adriano Rui Ribeiro


Esta noticia foi há ano e meio. Mas mantém-se Actual. Clicar aqui para a ler

Sem comentários:

Obrigado Pela Sua Visita !