BANCADA DIRECTA
BANCADA DIRECTA: Espectacular restauro do Ecce Homo no Santuário de Borja.Zaragoza. Foi uma senhora de 80 anos de idade, de nome Cecilia Gimemez, a autora do trabalho

sábado, 25 de Agosto de 2012

Espectacular restauro do Ecce Homo no Santuário de Borja.Zaragoza. Foi uma senhora de 80 anos de idade, de nome Cecilia Gimemez, a autora do trabalho

Espectacular restauro do Ecce Homo no Santuário de Borja. 
Foi uma senhora de 80 anos de idade, de nome Cecilia Gimemez, a autora do trabalho 

Duas horas chegaram para pintar o Ecce Homo, mas deverá ser "muito difícil" recuperá-lo A obra foi pintada no século XIX e doada pelo autor à cidade de Borja, situada a 60 quilómetros de Zaragoza. Uma legenda na obra Ecce Homo indica que esta demorou apenas duas horas a ser elaborada. 

A pintura do século XIX que foi restaurada espontaneamente por uma senhora de cerca de 80 anos, em Espanha, que, sem querer, acabou por destrui-la. Os novos trabalhos de restauro já estão agendados para a próxima segunda-feira, mas deverá ser “muito difícil” recuperar a obra. 


 Para pintar o Ecce Homo, Elías García Martínez só terá precisado de duas horas, muito menos tempo do que a equipa de restauro deverá necessitar para recuperar a obra que decora o Santuário da Misericórdia, em Borja, Saragoça. De acordo com o conselheiro da Cultura do município, Juan Maria de Ojeda, a pintura estava acompanha de uma legenda que dizia algo como. 

A anciã Cecília Gimenez 

“Este é o resultado de duas horas de trabalho à Virgem da Misericórdia”, disse à agência EFE. A pintura tem cerca de 50 centímetros de altura e 40 de largura e, embora não seja muito valiosa, tem um grande valor sentimental, tendo sido doada à cidade de Borja pelo autor que costumava lá passar as férias de Verão. 

 Segundo o diário espanhol El País, na próxima segunda-feira, duas especialistas em restauro deverão começar a quantificar os danos provocados para encontrar uma solução com a colaboração da senhora que os causou. Segundo declarou Ojeda à agência Efe, a pintura estava “muito deteriorada” e deverá ser “muito difícil” recuperá-la, pois trata-se de um óleo aplicado numa parede sem esta ter sido previamente tratada. 


Nos últimos dias, a história do restauro espontâneo tem despertado a atenção da imprensa internacional e o Ecce Homo tornou-se célebre nas redes sociais, onde se fazem piadas sobre o assunto.


Ler mais sobre o assunto clicando aqui

Sem comentários:

Obrigado Pela Sua Visita !