BANCADA DIRECTA: Um país desigual. Opiniões a partir da recente moção de censura do PCP ao Governo

terça-feira, 19 de junho de 2012

Um país desigual. Opiniões a partir da recente moção de censura do PCP ao Governo

GOVERNAÇÃO

Vários leitores do DN comentam este tema...

Será que o PS quer seguir a via da extinção?
No bom caminho?
Uma alegria à Nação
Um país desigual

O PCP propôs na AR uma moção de censura ao Governo.
[...] As reacções dos diversos partidos foram, naturalmente, imediatas. Os partidos da maioria, naturalmente, disseram que eram contra. O BE disse que iria analisar o texto e depois decidiria, adiantando que de qualquer forma o Governo merecia uma moção de censura. O PS, que todos os dias anda a dizer aos portugueses que o Governo está a governar mal, mostrou-se contra a moção de censura, para agrado da maioria que sustenta o Governo.

Afinal, para que é que o PS anda a dizer que o Governo governa mal, se depois no dia a dia na AR aprova toda a sua política? A falta de coerência é, entre outras questões, uma das que mais descrédito cria dos políticos em Portugal, ou não será? O PS, enquanto Governo, não cumpriu as promessas que tinha feito; antes pelo contrário, admirou-se de ter sido derrotado por causa do PEC IV. Agora é o que se vê - será que quer seguir as pisadas do PS Grego, que está em vias de extinção?

O nosso primeiro-ministro diz: "Estamos no bom caminho." O nosso ministro das Finanças, diz: "Estamos no bom caminho."
Nós, contribuintes, cada vez mais pobres, perguntamos: que bom caminho é este e quem lucra com ele? Nós, não. Vejamos: os chamados investidores foram ao longo de vários anos desinvestindo, desindustrializando, mandando fazer fora da Europa, onde podem ter mais lucros. Muitos enveredaram pela especulação pura e simples.
[...] O nosso bom caminho leva-nos a um empobrecimento cada vez mais evidente com os salários a rasar níveis de miséria. Isso convém- -lhes. Conforme diz André Macedo no editorial do Dinheiro Vivo de [...] sábado, dia 16, com o qual concordo em absoluto, os "empresários europeus não existem nesta crise. Zero". Então como é que nós saímos do atoleiro? Como é que vamos produzir riqueza? Em 2013 ou 2014, dizem eles, já vamos poder voltar aos mercados, para pedir mais empréstimos e vamos continuar a viver assim. Que bom! Para quem? Para os mesmos, evidentemente... Será que não está na altura de estes agiotas começarem a levar uma chicotada psicológica?
A pressão da Holanda, por estar obrigada a ganhar, deu-nos a possibilidade de atingirmos os quartos de final.
[...] Cristiano Ronaldo, mais uma vez, provou que merece ser o capitão da equipa e que é um excelente jogador. Os treinadores de bancada bem podem mandar 'palpites', esta táctica contrariou os prognósticos dos pessimistas e os nossos rapazes deram uma alegria à Nação. Estamos apurados.

[...] Este Governo tinha perspectivas de que o País viesse a ultrapassar esta fase menos boa em pouco tempo. Mas se, por um lado, existem muitos cidadãos que se sentem enganados, por outro não era expectável que existissem situações tão graves por resolver, escondidas aos olhos dos portugueses

[...]. Se é verdade que, perante a situação grave que o País atravessa, os cidadãos são confrontados com sacrifícios, que decorrem de erros de políticas pouco claras, a verdade é que estes sacrifícios não são de facto para todos os cidadãos.

[...] Na casa da democracia, os cidadãos que ali exercem funções não precisam de fazer sacrifícios, porque tomam aperitivos, refeições, whiskies e outros, a preços que são uma verdadeira afronta para os demais cidadãos, para os quais o custo de vida continua insuportável. Só a falta de sensibilidade política pode permitir que se fechem os olhos à realidade, que mostra que cada vez mais este é um país desigual


Nota de Bancada Directa: pode-se notar que no texto estão feitas referencias ao Euro 2012 e ao CR7. Não as eliminei porque devem ser mensagens  indirectas que ainda não descortinei
A respeito do possível comportamento do PS nesta votação, valha-nos Deus se os socialistas não ganham juizo!....

Sem comentários:

Obrigado Pela Sua Visita !