BANCADA DIRECTA: Fragmentos e Opiniões. O nosso cronista “Olho Vivo e Pé Ligeiro” diz de sua justiça. Este país não é para pobres

segunda-feira, 4 de junho de 2012

Fragmentos e Opiniões. O nosso cronista “Olho Vivo e Pé Ligeiro” diz de sua justiça. Este país não é para pobres


Fragmentos e Opiniões. 
O nosso cronista “Olho Vivo e Pé Ligeiro” diz de sua justiça: Este país não é para pobres

Li nos nossos queridos meios de comunicação social que o Sr. Jardim Gonçalves ex-manda chuva do BCP está com uma pequena pensão mensal de 175.000 euros entre outras mordomias, Acho que está certo e tem todo o direito a receber o que lhe é devido pois descontou certamente durante anos e anos muito do seu ordenado que não seria pequeno, para ter uma reforma gordinha como esta. 


É desta gente que o País precisa. Gente de grande qualidade. Gestores de alto gabarito. Que ganharam o seu salário com o suor do seu (e de alguns outros) rostos. Não sei se este volume de numerário será suficiente para aquele pobre de Cristo pagar as muitas despesas que suporta, tal como já em tempos se queixava um sujeito de Boliqueime. 


Que retirem os subsídios de férias e de Natal aos pobres dos reformados compreendemos perfeitamente porque se trata de gente que fica feliz com um telemóvel (que tire também fotografias!) e as notícias que vê na televisão, à noitinha. Não precisam ir de férias porque de férias já eles se encontram e o Natal poderá ser quando homem quiser. Pode ser na Páscoa e assim faríamos os dois em um. 


Mas agora a este gentil-homem que precisa de motorista e de mordomo, de empregada de noite e de dia, de alguém que lhe retire as algas da piscina e lhe acenda o charuto a arder ao canto da boca, não se lhe deve tocar. 


Fazem uma pequena ideia quanto custa encher a piscina? – Um balúrdio! E dizia um bispo qualquer que ficou engasgado quando leu a notícia daquela robusta reforma. Eu só pergunto: é legal? Claro que é. É ético? Talvez não. Mas nós estamos fartos de varrer a ética para debaixo do tapete. A ética só chateia e põe problemas complexos. 
O que me admira é que aquela notícia só deu uma pessoa engasgada. Mas talvez não seja de admirar pois o pessoal ouve estas e outras piores e fica quietinho sem reagir pois não é nada com ele. Para chamar nomes aos pulhas lá está na Assembleia o Louçã. 


Parece que é o único que encontra pulhas neste País. Até parece um País de cobardolas, com alguns (poucos) pulhas, mas, não é não senhor


Um abraço para os meus caros leitores
"Olho Vivo e Pé Ligeiro"
Lisboa. 2012. 06. 02

1 comentário:

luis pessoa disse...

Pois é, caro Raposo, neste país à beira-mar plantado os pulhas diluem-se nos brandos costumes e na pacatez salazarenta.
Hoje há muitos desses pulhas a rejubilarem por a troika ter elogiado a prestação deste governo, que permanece na sua senda destruidora. Que enorme surpresa! Todos a pensar que a miséria que grassa era suficiente para que os troikos "batessem" nessa gente... Mas afinal está tudo bem! Ufff! Que alívio!
O que interessa é que a selecção de futebol já está nas Polónias e agora não há mais tempo para essas pieguices de défice e desemprego... Pensemos o alívio desta malta desempregada que vai poder acompanhar a par e passo a selecção, o que não aconteceria se estivesse a trabalhar! Há que explorar as oportunidades!
E o povo, sereno! Só se revoltará se a selecção de multimilionários se afundar.
É que a selecção é o espelho deste governo: Falha, falha, afunda-se, cada vez pior, mas está sempre a caminho da vitória! Até já conseguiu empatar com a Macedónia! Há sempre uns "troikos" para puxar pela auto-estima, mesmo que só a "brincar"...

Obrigado Pela Sua Visita !