BANCADA DIRECTA: Foi apenas 1 milhão de Euros. E se calhar ainda não fica por aqui!....O semanário Sol noticiou que Duarte Lima terá recebido um milhão de “aéreos” no negócio dos submarinos.

sexta-feira, 22 de junho de 2012

Foi apenas 1 milhão de Euros. E se calhar ainda não fica por aqui!....O semanário Sol noticiou que Duarte Lima terá recebido um milhão de “aéreos” no negócio dos submarinos.

Domingos Duarte Lima foi esta semana constituído arguido no caso da compra dos submarinos portugueses à empresa alemã Ferrostaal, por alegadamente ter recebido um milhão de euros do contra-almirante Rogério d'Oliveira, que também foi constituído arguido no mesmo processo, revela o jornal Sol de hoje. 


Segundo o semanário, a descoberta da operação foi feita pelo Departamento Central de Investigação e Acção Penal (DCIAP) e resultou do cruzamento de dados dos processos de Rosalina Ribeiro, Operação Furacão e Monte Branco. Duarte Lima e Rogério d'Oliveira são suspeitos de branqueamento de capitais, tráfico de influências e fraude fiscal. 


Terá sido na conta de Duarte Lima no banco suíço UBS, já mencionada no caso Rosalina Ribeiro, que o contra-almirante terá depositado a quantia de um milhão de euros, vinda de uma conta offshore criada em nome de Rogério d'Oliveira.
A disponibilização do milhão de euros a Duarte Lima em Portugal, escreve o jornal, "terá sido efectuada através dos mecanismos apurados na operação Monte Branco - nomeadamente através das contas de "Zé Medalhas" (que se encarregava de levantar o dinheiro em notas e entregá-lo aos clientes de Michel Canals e Ricardo Castro)". 


Canals e Castro são dois ex-funcionários do UBS e fariam parte de uma rede desmantelada na Operação Monte Branco, que criava sociedades offshore para poder tranferir e branquear o dinheiro dos seus clientes, fugindo assim ao Fisco. Castro está sob caução e Canals está preso preventimanete desde maio passado, assim como "Zé Medalhas". 


O contra-almirante Rogério d'Oliveira - que já foi inquiro do DCIAP esta semana, assim como Duarte Lima - aparece no processo aberto na Alemanha sobre a compra dos submarinos como consultor técnico do grupo alemão, trabalho onde terá recebido cerca de um milhão de euros entre 200 e 2008, conta o Sol. 


Em 2001, o contra-almirante emitiu um parecer contra a escolha da empresa francesa para a construção dos submarinos.


Ler mais clicando aqui


Nota de Bancada Directa: claro que dentro da linha editorial deste blogue damos conhecimento da noticia do Sol com as naturais reservas, tanto na forma do ilícito penal como até ser verdade que seja arguido no processos dos submarinos. 

2 comentários:

luis pessoa disse...

Nenhum processo foi mais claro e transparente em Portugal que este da compra dos mais que indispensáveis submarinos. E assim continuará enquanto prosseguir a coligação que está a destruir o País.
Em Portugal o fogo nunca chega acima de um certo patamar... Até aí, alguma coisa pode acontecer quando alguém cai em desgraça (Duarte Lima, por exemplo), mas daí para cima, os governantes nunca fazem nada mal, podem é ser ENGANADOS e ILUDIDOS pelos malandros... Até na Moderna isso aconteceu!
Há pessoas que são enganadas várias vezes, mas também aí a culpa não é delas...
É uma chatice...

Adriano Ribeiro disse...

Claro, Amigo Luis
Mas estas atitudes só terminarão quando este povo se sensibilizar de que isto assim desta maneira não pode continuar.
Abraço e Bom Fim-de-semana
Parece-me que por aí no Escaroupim há uma festa interessante. Também gostava de lá ir, mas está muito longe agora.
Adriano Rui Ribeiro

Obrigado Pela Sua Visita !