BANCADA DIRECTA: Esta Lisboa que eu amo. Recordar é viver. Lisboa antiga, mais precisamente o Largo Martim Moniz

quarta-feira, 6 de junho de 2012

Esta Lisboa que eu amo. Recordar é viver. Lisboa antiga, mais precisamente o Largo Martim Moniz



Lisboa. 1946 
Largo do Martim Moniz Inicio da carreira de eléctricos nº 8. (Martim Moniz/Areeiro) 
Ao lado das Escadinhas da Saúde no lado direito está o cinema Salão Lisboa, vulgo “O Piolho” 
Do outro lado naquele edifício ainda hoje está implantada a Farmácia Ferrão. 
Nesta altura o Arco do Marquês do Alegrete já estava demolido e nas traseiras era a fábrica das chaves, que mais tarde se mudou para o Areeiro e ajustou o seu nome comercial a esta zona (FCA) 
A capela da Senhora da Saúde está encoberta na imagem e é um pouco mais acima da farmácia.

Sem comentários:

Obrigado Pela Sua Visita !