BANCADA DIRECTA: Caso Relvas vs Mª José Oliveira. Relatório da ERC: 50 paginas de "toma lá nada" que eu não te engano!

quinta-feira, 21 de junho de 2012

Caso Relvas vs Mª José Oliveira. Relatório da ERC: 50 paginas de "toma lá nada" que eu não te engano!

Caso Miguel Relvas: "ERC revelou a sua inutilidade", diz a senhora Barbara Reis, directora do Jornal Público

Barbara Reis

Deliberação da ERC, que dá como não provada pressões ilícitas sobre o Público é um documento "vazio", diz Bárbara Reis, directora do jornal.

"Com este documento grande mas praticamente vazio, a ERC revelou a sua inutilidade". A frase é de Bárbara Reis, directora do jornal Público, em reacção à deliberação da Entidade Reguladora para a Comunicação Social que dá como não provadas as pressões do ministro Miguel Relvas ao referido diário. 

"Em 50 páginas e depois de sete pessoas ouvidas, a ERC não concluiu nada e não conseguiu formar e dar uma opinião sobre o que se passou", insiste.
A jornalista ora demissionária do Publico Mª José Oliveira

Bárbara Reis mantém a existência de "uma pressão inaceitável" como"desde o primeiro momento". E prossegue: "[A ERC] não foi capaz sequer de formular um juízo, de emitir uma opinião. Escudou-se na ideia de não ter conseguido provar factos - e de facto não há uma gravação dos telefonemas - para se abster de emitir uma opinião sobre o que se passou".

Sem comentários:

Obrigado Pela Sua Visita !