BANCADA DIRECTA: O saber não ocupa lugar. Temas de Medicina. Está a chegar tempos de Inverno. Vem por aí a altura das gripes e das pneumonias. Previna-se e vacine-se!

domingo, 9 de outubro de 2011

O saber não ocupa lugar. Temas de Medicina. Está a chegar tempos de Inverno. Vem por aí a altura das gripes e das pneumonias. Previna-se e vacine-se!

O saber não ocupa lugar.
Temas de Medicina.
Está a chegar tempos de Inverno.
Vem por aí a altura das gripes e das pneumonias.
Previna-se e vacine-se!

Neste mês de Outubro as vacinas contra a gripe estão disponíveis nas farmácias, estas integrando mais uma Campanha de Vacinação contra a Gripe Sazonal. Neste segundo ano da campanha alarga-se a mesma à vacinação contra as pneumonias. /Uma parceria da Associação Nacional de Farmácias e da Fundação Portuguesa do Pulmão.

Caro amigo leitor: depois de obter a devida receita do médico, passe pela sua farmácia, vacine-se e tenha as vacinas em dia. Pela sua saúde!

“Este Inverno, ao vacinar-se na sua farmácia fica protegido de muitas complicações”. Este é mote associado à Campanha de Vacinação contra a Gripe Sazonal e Doenças Pneumocócicas, a decorrer em todas as farmácias deste Portugal neste mês de Outubro. Uma campanha que reafirma como objectivo fundamental sensibilizar a população para a importância da vacinação contra a gripe sazonal e a pneumonia e, em ambos os casos, dando nota da existência do serviço de vacinação nas farmácias e assim contribuir para o aumento da cobertura vacinal

Desde 2007 que as nossas farmácias passaram a poder prestar um serviço de administração de vacinas não incluídas no Plano Nacional de Vacinação, incluindo, justamente, a vacina contra a gripe sazonal. Sublinhe-se que, no ano passado, mobilizaram-se para esta campanha mais de 1700 farmácias. E o facto é que este novo serviço de conveniência Agregado às farmácias tem sido não só bem acolhido, como muito valorizado pela população portuguesa. Segundo dados do CEFAR – Centro de Estudos e Avaliação em Saúde – a cobertura vacinal na população com idade igual ou superior a 65 anos atingiu, na época de 2009/2010, os 53.7% ( 3.3 pp face à época anterior).

Um estudo da satisfação dos utentes vacinados nas farmácias, realizado pelo CEFAR através de uma amostra constituída por 2.554 indivíduos inquiridos, revela ainda que o grau de satisfação, com o serviço de vacinação contra a Gripe Sazonal em 2008 foi superior a 95% em cada um dos aspectos avaliados. O profissional que administrou o serviço regista o resultado mais alto na satisfação, 99.5%. Seguem-se o horário, o tempo de espera, a experiencia global do serviço prestado na farmácia, a privacidade e o aconselhamento prestado sobre a gripe e sobre a vacinação.

A avaliação de satisfação indica que 91.4% dos utentes não precisaram de marcação prévia da vacina e que o tempo médio de espera foi de 5.1 minutos. Sobre as razões de escolha da farmácia, 75.4% refere a possibilidade de compra e administração da vacina no mesmo local, 31.1 % o facto de conhecer o farmacêutico, 21.2% a proximidade da farmácia. Por ultimo, 97.9% afirma que vai optar pela vacinação na farmácia nesta época gripal enquanto 98% recomenda o serviço de vacinação na farmácia a familiares e amigos próximos Não lhe deu nome, mas foi Hipócrates o pai da Medicina moderna, que elencou a sintomatologia mesmo desconhecendo a origem da gripe. Foram necessárias mais umas centenas de anos para identificar o vírus responsável pela patologia que tem vitimado milhões de pessoas – os italianos chamaram-lhe influenza – e assim passou a ser designado o vírus.

Um vírus que tem a forma de um pequeno ouriço que se move no ar, facilitando o contágio - a capacidade de sobrevivência durante 24 horas, fora de qualquer organismo vivo, acelera a transmissão. Basta que uma pessoa infectada fale e respire perto de outra, para que as partículas de saliva se libertem e ameacem o organismo são. A facilidade de contágio explica a existência de pandemias, de que a espanhola, no princípio do século XX, e a de Hong Kong, em 1968, são exemplos. Fatalmente, é claro, já que na primeira morreram mais de 20 milhões em todo o mundo, no período de dois anos, e a segunda originou aproximadamente 34.000 mortes nos Estados unidos, país onde a sua expansão foi maior

Os sintomas tendem a surgir dois a quatro dias depois do contágio: febre alta (38 a 40º C), dores musculares e articulares, dores de cabeça, tosse seca e, por vezes, inflamação dos olhos provam que não se trata de uma constipação, mas de uma patologia mais grave – a gripe.

Se é verdade que normalmente é benigna, a gripe pode evoluir para formas mais graves, especialmente em pessoas mais vulneráveis ou debilitadas por doenças crónicas. Existe o risco de desenvolver infecções bacterianas, que podem culminar em pneumonias, da mesma forma que podem surgir situações extremadas, que nalguns casos chegam mesmo a ser fatais.
Contribuições

Quem se deve vacinar contra a Gripe Sazonal?

Segundo recomendações da Direcção Geral de Saúde, a vacina contra a gripe sazonal é recomendada para indivíduos com 65 anos de idade, pessoas com mais de 6 meses de idade com doenças crónicas, (doenças dos pulmões, coração, rins ou fígado, diabetes ou outras doenças que causem diminuição de resistência às infecções), grávidas com tempo de gestação superior a 12 semanas, profissionais de saúde e outros prestadores de cuidados (em lares de idosos, designadamente).

Pessoas com histórico de reacção alérgica à vacina ou ao ovo devem falar com o seu médico ou farmacêutico antes de serem vacinados.

Sem comentários:

Obrigado Pela Sua Visita !