BANCADA DIRECTA: Fragmentos e Opiniões. Será a Nato uma força de paz? O nosso cronista “Olho Vivo e Pé Ligeiro” questiona :bombardeia-se em nome da paz?

quinta-feira, 27 de outubro de 2011

Fragmentos e Opiniões. Será a Nato uma força de paz? O nosso cronista “Olho Vivo e Pé Ligeiro” questiona :bombardeia-se em nome da paz?

Fragmentos e Opiniões debaixo de fogo.
Será a Nato uma força de paz?
O nosso cronista “Olho Vivo e Pé Ligeiro” questiona
Bombardeia-se em nome da paz?

Deus quer, o homem sonha e a NATO bombardeia. E assim vai o mundo…

"Olho Vivo e Pé Ligeiro" autor do texto








Ainda há pouco tempo eram muito amigos. O Kadafi andava aos abraços ao Tony Blair e o petróleo e o gaz natural serviam a Europa. A Europa e a Nato, acharam que afinal Kadafi não era assim tão mau. Mas, entretanto, as coisas mudaram. A senhora Clinton – quem diria – já achava bem que o senhor da Líbia fosse afastado vivo ou morto.

Obama não achou mal e assim a França e a Itália – em nome da paz – e com um mandado da Nato, resolveram ir proteger os líbios – coitadinhos – que há cerca de 40 anos sofriam muito.

Como no País não havia senão tribos arranjar um palhaço do tipo do que está à frente do Afeganistão, não é fácil. E assim, se foi bombardear (selectivamente, pois as bombas inteligentes só atingem os maus da fita e que eram amigos do Kadafi) a população da Líbia.

Eu costumo dizer que – bendito o país que não tenha petróleo – pois senão arrisca-se a ser bombardeado - para protecção dos indígenas. E, meus caros, por mais voltas que se dê a Democracia é isto. É o domínio do mais forte tendo o mais fraco o direito a votar.
E é bom que o faça convencido que o fez de sua livre escolha. Assim não parece uma palhaçada e o pobre do votante até agradece.
Vejam o que aconteceu no Afeganistão. Após a guerra e a destruição do País arranjou-se umas eleições e um palhaço. Vestiu-se o homem com um bivaque e uma manta tipo alentejana. Levou-se uma parte da população a votar nele. Fez-se a campanha a favor .O Marketing tem muita força!

Com a batota nas eleições quanto basta (Nem eram preciso) e aí está o palhaço Karsai vestido a rigor e a pensar que manda no País. E mais – ganhou democraticamente as eleições. Foi canja!

Vamos ver o que vai suceder àquele País quando o pessoal de fora se vier embora. Lá vão eles entrar na batatada. E não admira pois o que foi lá feito não tem pés para andar.

Mas hoje, já não é bem assim e amanhã e depois de amanhã será pior. Todos sabemos quanto o leader mundial está a perder importância em África, no médio Oriente na Ásia e na América latina. Se isso será bom ou mau para o mundo estaremos cá para ver. Nós limitamo-nos a tentar fazer uma “leitura” do que se está a passar na terra.

Estamos a assistir na Europa à queda desta e da sua importância que já teve no mundo. Houve na Europa uma grande evolução no bem-estar das suas populações desde a II Guerra. Hoje, o capitalismo selvagem e liberal está a dar cabo das conquistas feitas em favor das pessoas.

Penso eu que esta forma de capitalismo não vai ter futuro. Ou o pessoal que tem o dinheiro reparte um pouco com o resto das pessoas ou arrisca-se a que os pobres se aborreçam e corram com eles. Eu sei que muita gente vota neles convencido que são os melhores. Com o tempo vão aprendendo que não é assim e no dia em que aprendam, mandam-nos à vida.

É a errar que se vai aprendendo.

Um abraço do vosso amigo "Olho Vivo e Pé Ligeiro"

1 comentário:

luis pessoa disse...

Um governo de mentirosos com um líder mais mentiroso que todos, não irá resistir.
Quando foi eleito, afirmei e escrevi que num país decente e minimamente honesto, este governo não durava até ao Natal.
Está demonstrado que assim seria, se este país fosse decente e honesto, o que não está demonstrado, quando as sondagens mostram que esta gente ainda tem popularidade! Imagine-se!

Hoje, meu caro Amigo, estão eufóricos! Julgam ter encontrado os caminhos para a resolução da "crise"!
Pobreza intelectual!
As próximas semanas vão dar a prova do contrário e esta gente vai atacar em força, não já a classe média, porque essa não tem mais por onde roubar, mas os pobres! Os pobres que, virão eles dizer, são ricos em comparação com os africanos do interior de África! Em nome da capitalização dos bancos! Essa foi a medida encontrada pelas anedotas que regem a Europa, com aplausos do outro lado do Atlântico?

Preparo um texto que aqui publicarei, se o Amigo Adriano assim entender e permitir, em que tentarei mostrar como uma mão cheia de nada e outra de coisa nenhuma pôs estes "líderes" europeus em euforia! Mais, com todos a baterem nas costas do nosso mentiroso primeiro e a saudarem as medidas "corajosas" de quem está no "bom caminho", mas com uma segunda mensagem: Prepara-te para tomar mais medidas restritivas (leia-se, roubar mais uns milhões aos cidadãos que vivem do seu trabalho e das suas pensões)...

Um verdadeiro espanto, se não fosse trágico! E em Belém, uma série de gente inútil apelou ao diálogo e à concórdia, depois de uma reunião de nada com coisa nenhuma, porque aquele que nunca se engana e raramente tem dúvidas chamou os conselheiros ANTES de haver medidas de Bruxelas, quando queria que fosse logo após! Mas em enganos e sem dúvidas, está bem?

Não sou religioso e por isso não posso apelar à graça divina, mas com gente desta, quase acreditamos nessas coisas...

Obrigado Pela Sua Visita !