BANCADA DIRECTA: Amanhã, ou mesmo logo à noite, a gente conversa. Quero falar-te daquilo que se não deveria ver em Lisboa

segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011

Amanhã, ou mesmo logo à noite, a gente conversa. Quero falar-te daquilo que se não deveria ver em Lisboa

Esta Lisboa que eu amo

Amanhã, ou mesmo logo à noite, a gente conversa.

Quero falar-te daquilo que não deveria acontecer em Lisboa.

Largo de Dona Estefânia em Lisboa. Um Bairro com grandes tradições, numa transição entre a Baixa pombalina e a subsequente com as Avenidas Novas. Bairro residencial por excelência. Neste gaveto do oitocentista Bairro da Estefânia, juntamente com o Arco do Cego e o de Arroios, existiu um elegante prédio de habitação de 1910 marcando enfaticamente aquela zona. Era o gaveto da Avenida Casal Ribeiro e o da Rua Almirante Barroso.
Neste desaparecido edifício habitou, durante algum tempo, o poeta Fernando Pessoa. Mas tudo isto parecem ser valores de pouca importância para Lisboa. Depois da nova proprietária do prédio - a empresa CÁFE - o ter votado conscientemente e activamente ao abandono, o pedido de autorização para a sua destruição foi dado pela CML e o imóvel prontamente demolido em 2010.
A empresa proprietária foi vergonhosamente negligente e nunca nada fez para salvaguardar o património que tinha nas suas mãos. Aliás, a 23 de Outubro de 2007 teve o atrevimento de iniciar, ilegalmente, a demolição da cobertura do prédio - que só foi travada depois da intervenção da Polícia Municipal! Porque razão a CÁFE nunca foi responsabilizada, penalizada pela CML? Em vez disso foi "premiada" pelo Pelouro do Urbanismo com luz verde para a demolição.

Lisboa, cada vez mais uma cidade de lugares vazios.

Pois é! Logo ou amanhã conversamos!

Nota: As três fotos em baixo são do Fernando Jorge para o Lisboa SOS. Entretanto a primeira foto é do Google Street View

Sem comentários:

Obrigado Pela Sua Visita !