BANCADA DIRECTA: Esta Lisboa que eu amo. Afinal há ou não há leis da trêta?

sábado, 30 de janeiro de 2010

Esta Lisboa que eu amo. Afinal há ou não há leis da trêta?

Esta Lisboa que eu amo
Transgredir e borrifar-se para a Lei.

O que estas imagens mostram é fácil de perceber:

Dois condutores, multados pela EMEL, decidiram mostrar o seu desprezo pela lei atirando as multas, ostensivamente, para o chão, onde ficaram... Por sinal, apanhei a amarela (que tenho comigo), onde se diz que o infractor incorreu numa coima de €19,95 a €99,76.
Pois é... Sucede que não a vai pagar, nem lhe vai suceder RIGOROSAMENTE nada, pois a empresa (e sei-o de fonte certa) não tem meios (nem sequer legais - pasme-se!) para forçar o pagamento - o que só sucederia se o carro tivesse sido bloqueado.
O Prof. Medina Carreira costuma comentar estes absurdos legais da seguinte forma: «As coisas são assim porque houve um legislador que quis que elas assim fossem...».


Agradecimentos ao "passeio livre".

Sem comentários:

Obrigado Pela Sua Visita !