BANCADA DIRECTA: SITUAÇÕES VERGONHOSAS DO FUTEBOL...

segunda-feira, 27 de agosto de 2007

SITUAÇÕES VERGONHOSAS DO FUTEBOL...

Nun jogo Romeno entre o Poli Timisoara e Rapid, o jogador Ganea
agride o árbitro assistente depois de este ter visto uma agressão deste mesmo jogador a um adversário e ter sido expulso, e é absolutamente incrível como este jogador trata o assistente, e não tem a protecção policial de imediato, aliás este jogador só não levará uma correcção forte se tiver o mesmo tratamento por parte dos dirigentes desse país, como temos no nosso...
Uma coisa é certa, se fosse um assistente com outro temperamento, ele com certeza não faria aquilo sem levar troco...mas ainda bem que não respondeu, digo eu...
Mas não sei se teria a paciência do árbitro assistente...

Mas veja as imagens por si:




O exemplo costuma vir de cima, desta vez, quis vir de trás. Um encontro da Serie A italiana, duas equipas, dois treinadores e um pontapé no traseiro. Silvio Baldini e Domenico Di Carlo, respectivamente, os técnicos de Catania e Parma, protagonizaram, na primeira jornada da liga transalpina, um acto insólito.

A cinco minutos do final da partida, o Parma e o Catania estavam empatados a dois golos. Constantemente em protesto contra o árbitro, Baldini acabou por ser expulso pelo juiz da partida. O treinador do Catania continuou a dar indicações aos seus jogadores à medida que se dirigia para o balneário.

Di Carlo, técnico do Parma, dirigiu-se ao seu homólogo e pediu, educadamente, que este se retirasse. Baldini não gostou de ser chamado à atenção e ,quando Di Carlo se virou para voltar ao seu banco de suplentes, o técnico do Catania pontapeou-o no traseiro. Di Carlo aguentou-se, apenas olhou, furioso, para Baldini e voltou ao banco da sua equipa.

Para os treinadores das próximas equipas que enfrentarem o Catania, um conselho: uma protecção almofadada nos fundilhos não seria má ideia. Afinal, nunca se sabe.

O Maisfutebol trata esta notícia em forma de piada, aliás tal como o seu site, só tem comentadores de piadas que não são para ser levados muito a sério, pois as notícias são em muita parte distorcidas da realidade, tal como Luis Sobral e suas analises engraçadas e nada racionais a maioria delas...

Mas o exemplo deve vir de cima, pois um treinador deve ter outro tipo de atitudes que não esta, e se não têm personalidade para estar a comandar homens e comportarem-se como lideres, então não podem estar no futebol e muito menos no profissional, começando por ser as próprias equipas a despedi-los e dar o exemplo...
senão qualquer dia o futebol não é um desporto, mas sim um combate...
Exemplos precisam-se, e andam estes homens a comandar equipas profissionais...

Vejam a atitude irresponsável do treinador do Catania, perante um colega de profissão...



Enfim...

Sem comentários:

Obrigado Pela Sua Visita !